Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2007-12-22

É Natal em Portugal

Em Portugal,
Nunca supus,
Que houvesse Natal
Sem Menino Jesus.

Há brilho nos pinheiros,
Como candeeiros,
Para imitar as estrelas,
As cores não são delas:
São escapadelas,
Fugazes e belas.

Há galões dourados,
Sinos prateados,
Renas, veados,
Seres encapuçados,
Trenós
E totós…
Endividados,
Ou ofuscados,
Com o brilho das montras,
Mas vão às compras,
Com dinheiro de plástico,
Que não é elástico,
Para suster ilusões
Ou aspirações.

Só em Portugal,
Se acredita,
Que o Pai Natal,
Tem a sina bendita,
De trazer subsídios,
Para os suicídios,
Das bolsas falidas,
Ou enfraquecidas.

Tudo evolui,
Até o Natal,
Já tem carrosséis,
Viagem de póneis,
Alegres e dóceis,
E um Pai Natal,
Saído do frio,
Que fez um desvio,
Tremendo, abissal,
E substitui,
O que nunca supus,
O Menino Jesus,
Nas palhas deitado,
Nas palhas esquecido,
Em palhas cuidado,
Em palhas perdido.

Félix Rodrigues

Boas Festas para todos. Boas Festas de Natal.
A palavra cultura deriva do latim cultura e é um termo com várias acepções, em diferentes níveis de profundidade e diferente especificidade, mas é em termos sociais o conjunto de manifestações humanas que contrastam com a natureza ou comportamento natural. Por sua vez a palavra Natal deriva também do latim natális, essa por sua vez é derivada do verbo nascor, nascéris, natus sum, nasci, que significa nascer ou ser posto no mundo. Como adjectivo, significa também o local onde ocorreu o nascimento de alguém ou de alguma coisa. Como festa religiosa, o Natal, comemorado no dia 25 de Dezembro desde o Século IV pela Igreja ocidental e desde o século V pela Igreja oriental, celebra o nascimento de Jesus e assim é o seu significado nas línguas românicas - italiano natale, em francês noël, em catalão nadal, em espanhol navidad e em português natal.
No contexto anteriormente referido, onde se encaixa o Natal actualmente comemorado em Portugal, apreendido através da sua praxis ou apreendido através da cultura que lhe está subjacente?
Pode acreditar-se ou não no Menino Jesus, pode comemorar-se ou não as datas propostas pela Igreja, o que não parece ser coerente é a utilização de uma data com um determinado significado para a transformar em algo cada vez mais irracional: pela poluição que causa, pela ideologia que agrega, pela desorientação que provoca.
Esta época é de Natal. Que Natal?

Etiquetas: , ,

44 Comments:

At 13:18, Blogger Zeca said...

Venho por este meio informar que já me encontro disponível para receber prendas de natal.
Evita filas e correrias no acto da entrega, aceito cheques visados, dinheiro vivo, roupa de marca, telemóveis topo de gama até vivendas de luxo… despeço-me aguardando o teu presente.
Como deves de estar teso como eu aceito de coração um simples sorriso.
BOAS FESTAS.

 
At 17:57, Blogger João Soares said...

Um feliz Natal pleno de afectos e um 2008 mais Ecossolidário e mais Paz.
Abraços

 
At 18:12, Blogger Ponto Verde said...

Os melhores e mais verdes votos para esta quadra em que a árvore entra em nossas casas.

Que fique nos nossos corações em 2008 são os meus votos sinceros.

 
At 18:12, Blogger Ponto Verde said...

Os melhores e mais verdes votos para esta quadra em que a árvore entra em nossas casas.

Que fique nos nossos corações em 2008 são os meus votos sinceros.

 
At 19:02, Blogger TF said...

Felix
Agradeço este post que nos põe a pensar. De facto parece-me que o significado do Natal está completamente deturpado. O Menino Jesus desapareceu. Por acaso as imagens que vi nas montras, por sinal algumas bem bonitas, foi na tua cidade quando há mais de um mês aí estive! Aqui já está completamente desaparecido. É incrível como conseguimos desprezar tanto os valores da nossa cultura. E não se trata apenas de uma questão religiosa!!
Passar por aqui neste momento permite-me também deixar os melhores votos de um Feliz Natal para ti e para os teus e que 2008 seja um ano pleno de realizaçoes pessoais e profissionais.
Beijinhos
Teresa

 
At 19:14, Blogger Ana Luar said...

Mais um ano chega ao final.
É tempo de fazer um balanço de tudo o que aconteceu.
É tempo de transformarmos:
os momentos bons em novas energias, entusiasmo e principalmente esperança de todo que os nossos sonhos vão se realizar!
os momentos maus em um lembretes para não cometermos novamente os mesmos erros no ano que vem.
os momentos difíceis devem ser peças fundamentais de que tudo na vida passa e que esses momentos no futuro nos ajude a terem momentos felizes.
É tempo de agradecermos a Deus por todos os momentos felizes que tivemos!



Feliz Natal para ti e para todos os que amas!

 
At 19:22, Blogger Berta Helena said...

Olá!

Estou aqui para agradecer o poema que me enviaste e desejar-te, claro, um Feliz Natal. Com tudo o que de bom possas esperar. E boas surpresas.

E o teu poema de hoje est´muito bom, como sempre.

Um beijo.

 
At 20:01, Blogger Nuno Guronsan said...

Um Feliz Natal, Félix, e que nunca perca essa bonita habilidade de passar os sentimentos da sua alma para palavras que ficam a ressoar cá dentro.

Um enorme abraço.

 
At 20:14, Anonymous Azoriana said...

Caro Félix,

Agradeço o comentário e a visita sempre simpática ao meu blogue.

Concordo em pleno com tudo o que aqui está escrito e muito bem escrito.

Neste momento já começo a detestar ouvir sequer falar em natal. O Natal é muito diferente e deste eu não gosto e faz-me sentir num mundo aparte.

Desejo que seja muito feliz com a presença do Menino Jesus em família.

Um abraço

 
At 20:22, Blogger Su said...

gostei de ler.te neste carnaval..ops natal:)

jocas maradas e natalicias..sempre

 
At 08:20, Blogger ContorNUS said...

Gostei de te ler...voltarei... para me âncorar neste porto onde partilhas com sensibilidade

 
At 12:13, Blogger soslayo said...

Desambientado:

Amigo Dr. Félix, que linda prosa que nos situa no Natal actual que o homem desvirtuou e transformou-o numa época de consumo desenfreado, com o dinheiro de plástico como bem dizes. Mas que fazer? Temos de alguma forma, e pelo menos à tua maneira festejar a Festa da Família toda reunida (quando isso é possível). Contudo desejo-te UM FELIZ NATAL e UM ANO 2008 cheio de inspiração poética como esta que aqui apresentas. Extensivo a toda a família. Um abraço.

PS: lindas fotos. Excelentes.

 
At 13:05, Blogger melena said...

um Santo Natal para o Felix e para todos os que importam.

tudo de bom.

abraço

 
At 13:37, Blogger serenidade said...

Boas festas

“Oh, oh, oh, trago aquela prenda que mais precisas,
muito amor e calor pró teu coração!
O bom presente é aquele que tem emoção!

FELIZ NATAL:)

VOTOS SERENOS DA SERENIDADE

SERENOS SORRISOS COM PERFUME A CANELA

 
At 13:39, Anonymous Anónimo said...

Feliz Natal.

 
At 14:10, Blogger O Profeta said...

Para ti que me visitaste
Ao longo destes poucos meses
Ofereço-te uma prenda singela
Uma estrela de mil cores

Roubei-a ao firmamento
Deposito-a na tua mão
Para que neste Natal
Te ilumine o coração

Um Santo e Mágico Natal


Aquele abraço

 
At 16:24, Blogger otlima said...

Agradeço e retribuo os votos de Boas Festas que deixaste no Ondas3. Votos ainda de muita saúde e criatividade para animar este blogue sempre arejado. Octávio Lima

 
At 16:41, Anonymous Anónimo said...

NATAL CHIQUE
Percorro o dia, que esmorece
Nas ruas cheias de rumor;
Minha alma vã desaparece
Na minha pressa e pouco amor.

Hoje é Natal. Comprei um anjo,
Dos que anunciam no jornal;
Mas houve um etéreo desarranjo
E o efeito em casa saiu mal.

Valeu-me um príncipe esfarrapado
A quem dão coroas no meio disto,
Um moço doente, desanimado...
Só esse pobre me pareceu Cristo.

VITORINO NEMÉSIO

 
At 17:06, Blogger PiresF said...

História Antiga

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da nação.

Mas, por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga


Um Excelente Natal para ti e toda a família.

 
At 17:56, Blogger Gary Freedman said...

Merry Christmas and happy new year to you, my friend!

 
At 18:23, Blogger geocrusoe said...

"Em Portugal nunca supus que houvesse Natal sem Menino Jesus". Não sei se é pelo facto de sermos da mesma geração, se por gostarmos de pensar e de analisar o que nos rodeia ou de não nos preocuparmos em criticar o que achamos merecedor de tal; a verdade é que foi interessante descobrir que mais poeticamente aqui, mais prosaicamente no meu blog, a ideia é basicamente a mesma, protestar contra este Natal que oprime as finanças e a consciência dos homens que vivem este tipo moderno de natal. Feliz Natal para ti do modo que mais gostares de o celebrar. Um abraço amigo

 
At 19:58, Blogger as-nunes said...

Natal é aquilo que nós quisermos. Mas comemorar o Natal no seu verdadeiro e histórico sentido faz sentido e só assim é que o faz.
O resto são Pais Natais, que só visam o apelo louco ao consumo e ao desperdício.
Um grande abraço, caro amigo,
Obrigado por ter trazido a sua palavra desde a Terceira, que recordo e mantenho na alma como se a minha terra fosse.
BOM NATAL
António Nunes

 
At 22:01, Blogger Metamorfose said...

Meu amigo, um excelente texto para nos fazer pensar na situação económica em que se encontram os portugueses e tentam ainda disfarçar, mais ainda na desvirtuação do significado desta festa, acaba por ser a celebração do consumismo. Está em nós alterarmos isso. Quero-te desejar umas Festas Felizes junto dos teus, com saúde e muito amor.

Beijinhos para todos!!!

 
At 22:10, Blogger Micas said...

O melhor texto de natal que li este ano, mas não é de admirar porque aqui todos os textos são de extrema qualidade e de muita reflexão.
Desejo um Natal pleno de Paz e Luz (não exterior que essa só ofusca a alma) e um excelente 2008.
Beijinho

 
At 00:01, Blogger Isabel Magalhães said...

Deixo o meu grande aplauso para as tuas palavras sobre o Natal.

Votos de que a humanidade encontre, rapidamente, o espírito da festa cada vez mais perdido.

Boas Festas e votos de um Santo Natal.

[]
I.

 
At 10:34, OpenID mcbinfo said...

Votos de um Santo e Feliz Natal!

 
At 13:40, Blogger Rose said...

olá querido amigo...

vim agradecer e tb te desejar um Feliz Natal e um 2008 de realização de todos os teus sonhos e quem sabe, de algumas utopias...

beijos

 
At 14:11, Blogger Carmem L Vilanova said...

Muita Paz, Alegria, Harmonia e Amor neste Natal e um Ano Novo cheio de prosperidades...

Beijos, flores e muitos sorrisos... sempre!

 
At 14:15, Blogger Afrodite said...

Tudo de bom para ti. Hoje e sempre.

Um abraço apertado

 
At 14:15, Blogger Berro d'Água said...

Caríssimo Amigo!!!

Tudo de bom pra ti nesse natal e em todos os dias de tudo vida!!!

Que tuas festas sejam repletas de felicidades e que possas desfrutar tudo de bom que a vida tem para te oferecer!!!

Beijos a ti e a todos os teus!!!

Da Cris

 
At 23:42, Blogger Jorge Moreira said...

Nascimento é Vida
É Luz
É Amor
É Alegria
É Esperança.

É a dádiva do Absoluto...

Que este Natal
Nasça em ti
Um Mundo de Felicidade.

Paz a Todos os Seres.

São os Votos de Jorge Moreira

 
At 18:56, Anonymous Anónimo said...

Muito bonito e real.

 
At 19:48, Blogger Caiê said...

Para mim, o Natal é a oportunidade para encontrar a família e alguns amigos da alma. O resto, é folclore (mas é sempre bonito seguir as tradições que dão calor à festa). BOM NATAL! :)

 
At 09:59, Blogger Tat Wam Asi said...

Um 2008 com o ambiente que mais desejes para ti e para a tu familia.
Grande Abraço

 
At 13:11, Blogger Berro d'Água said...

Beijo,

Cris

 
At 21:36, Blogger Fátima Silva said...

O Natal transformou-se em correria frenética aos locais de comércio para suprir necessidades ilusórias.
O Natal humilde, de carinho, amor, perdão e sã convivência, parece estar a ter dificuldade em compartir com tanta alienação.

BOAS FESTAS E FELIZ ANO NOVO!

 
At 21:52, Blogger Isabel Magalhães said...

Embora sem querer minimizar o 'consumismo desenfreado' parece-me que há muitos que se esquecem que uma grande parte dos portugueses utiliza o 13º mês para comprar agasalhos e outros artigos de primeira necessidade fazendo disso presentes de Natal.

Há ainda outros que o usam para 'tapar buracos' e pagar dívidas, até mesmo dívidas de farmácia e de mercearia.

 
At 09:39, Blogger Nilson Barcelli said...

O Menino Jesus, pelos vistos, caíu em desuso.
A Cocacola conseguiu impor o Pai natal.
Preferia o primeiro, mesmo sendo eu agnóstico...
Um óptimo 2008 para ti.
Abraço.

 
At 12:27, Blogger Rute said...

Já que não consegui passar por aqui antes do Natal, tentei passar ainda este ano! Desejos de um 2008 fantástico.

 
At 19:10, Anonymous Anónimo said...

Merry Christmas.

Joe

 
At 17:45, Blogger oceanus said...

Agradeço as tuas palavras e ... deixo-te os mais sinceros desejos de BOAS FESTAS!

bjs

 
At 18:08, Blogger Rose said...

Feliz Ano Novo meu amigo...

beijos

 
At 20:22, Blogger Nádia Bonani said...

OLá,
Passei para desejar um Feliz 2008!!!
Que esse ano seja cheio de realizações e muita saúde e paz***
bjus***

 
At 09:19, Blogger Popper said...

Interessante. Bom Ano de 2008. E o meu condomínio está às ordens, ok?

 

Enviar um comentário

<< Home