Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2007-11-17

Egocêntrico

Temo não poder enxugar as tuas lágrimas com as minhas.
Não me chores um rio de água salgada,
Porque juntos produziríamos um oceano.

Temo não suportar a tua dor,
Somente a ampliaria com a minha.
Juntos, crucificar-nos-íamos.
.
Temo sufocar com a tua angústia.
Juntos veríamos um mundo sem cor.

Vacinei-me contra ti,
E assim,
Só sofro quando sou ferido,
Só choro com pena de mim,
E protelei a angústia para o fim da minha vida.Teorizei o cosmo numa perspectiva histórico - evolutiva:
Primeiro geocêntrico,
Depois Heliocêntrico,
E agora...
Essencialmente egocêntrico.

Félix Rodrigues

Qual deverá ser o próximo paradigma?

Vacinamo-nos contra a injustiça e o sofrimento de modo a sentirmo-nos confortáveis no espaço que ocupamos, quer físico quer mental. Tal atitude leva-nos a ver o problema da fome como um problema de um mundo indefinido e sem rosto, o problema da injustiça como um problema das ditaduras, o problema do aquecimento global como um problema dos grandes poluidores.
A palavra competir é, na nossa sociedade, muito mais utilizada do que a palavra cooperar. Competir significa para muitos lutar, batalhar, guerrear ou vencer. Tem subjacente a existência de um vencedor e de um perdedor. Alguém ganha e torna-se mais rico e alguém perde e torna-se mais pobre, por exemplo.
Cooperar significa equilibrar interesses que por vezes também leva a uma competição a uma escala maior, com mais vencedores e mais perdedores. Em época de globalização não faz sentido competir, porque o global é uno, e se alguém ganha, alguém perdeu, e o todo, ficou igual a si mesmo.
Vivemos num mundo em grande mudança, onde a sociedade não muda, porque grandes blocos aniquilam os efeitos positivos de outros grandes blocos negativos. Precisamos cada vez mais cooperar sem competir, mas para isso é urgente definir uma base ética de negociação, e mudarmos de paradigma.
É urgente abandonar o nosso egocentrismo social, presente nas nossas relações pessoais, regionais e nacionais e passarmos a ver o mundo ecocêntrico no qual está incluído o ser humano dilemático, sentimentalista, racional, empreendedor e dialogador.

Etiquetas: , ,

12 Comments:

At 02:37, Blogger Rose said...

Felix...
nesta madrugada apenas li teu maravilhoso poema..que encantou-me...

amanhã voltarei apra ler o próximo paradigma...

beijos

 
At 16:04, Anonymous Anónimo said...

Termina de modo inesperado.

 
At 18:00, Blogger Hanah said...

Diário de bordo :

18/11/2007

Por Oscar quiroga

MORRER E RESSUSCITAR.
Data estelar: Marte recebe a quadratura de Vênus e o trígono de Mercúrio; Lua cresce em Peixes.
Enquanto isso, aqui na nave Terra nossa humanidade continuará menos humana do que ela potencialmente é até descobrir a sua utilidade e, por isso, que serviço deve prestar constantemente aos os outros seres vivos. Por enquanto, nossa humanidade só pensa em si mesma, e assim é menos humana do que poderia ser. Porém, de desgraça em desgraça, todas escolhidas pelo excesso de pensamento autocentrado e egoísta, nossa humanidade morre e ressuscita, vindo, finalmente, a se tornar o que ela é destinada a ser, uma prestadora de serviços cósmicos, algo que, por enquanto, é um mistério insondável, dado o excesso de egoísmo que permeia isso que se chama de normalidade, até de naturalidade, mas que não passa de um artifício sórdido, e de vez em quando sinistro também.

*******

Beijos, Flores e Estrelas
para ti

 
At 02:15, Blogger Ana said...

Envergonhada!

 
At 11:34, Blogger Berta Helena said...

Conluís da forma certa. Mas gostei de tudo. Do aviso que nos deixas e nos deve fazer reflectir, da forma como o fazes, das explicações que dás. Está muito bom.

Um abraço.

 
At 22:02, Anonymous ilhas said...

Amigo
tenho um desafio para si no meu blogue passe por lá.
abraços
ideiaseideais

 
At 22:34, Anonymous Anónimo said...

Muito giro.
Parabéns pela nomeação.

 
At 12:57, Blogger Hanah said...

Parabéns pela nomeação....

Tens outra lá no sobretudo,

Beijo, flores e Estrelas ....

 
At 20:22, Blogger foryou said...

Soberbo este post. Grande análise!

Hoje vou pedir-te que me autorizes a utilizar este teu texto. Eu poderia falar durante horas numa aula e não conseguiria nem metade do que aqui está. Posso levá-lo comigo?

 
At 20:44, Anonymous ilhas said...

Caro Felix
Hoje vi que é o seu dia de aniversário, por coincidencia, é o dia da minha esposa. Vc esteve muito bem hoje na Tv. Aproveito a oortunidade para te dar os parabéns,

 
At 00:00, Blogger Rose said...

ñ encontrei botão para abrir pa de comentários nos posts acima..

será que é meu pc?

beijos

 
At 23:15, Blogger Berro d'Água said...

Querido Félix...

Não sei quando foi teu dia de aniversário, mas tens a sorte de tê-los todos os dias só para ti... Eles são e serão sempre teus...Parabéns e felicidades, também!!!

Tudo o que está escrito nesse teu post, é lindamente correto e preocupante também. É sempre bem mais fácil nos valermos das oportunidades geradas pelo todo, para nos defendermos. Se algo não vai bem, a responsabilidade é de todos... Se há alguma coisa que não cai bem, novamente é o todo que não se porta bem... Nunca é por nós mesmos e sempre tudo que há de errado, é por culpa do outro. Nada é visto isoladamente e nada é suficientemente capaz de estimular cada um de nós a agirmos por nós mesmos. Mas nos valemos das publicidades em massa; dos chamados em massa; das culturas de massa... Mas nunca somos a massa responsável por mudar...
somos capazes de fabricarmos rostos convincentes e a ordenarmos aos nossos olhos que não chorem, para não termos de assumir nossas fraquezas, medos e inseguranças, para além de nossa grande parcela de reponsabilidade, em todos os sentidos, em todos os setores...

Gosto muito de ti!!! Se puderes, diga-me como estás!!!

Beijinhos,
Cris

 

Enviar um comentário

<< Home