Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2008-05-12

Mitigação e Adaptação

Corrigi alguns defeitos genéticos da espécie humana:
Substituí o gene da arrogância pelo da humildade,
O da indiferença pelo da compaixão
E o da ganância pelo da lembrança.
Penso ter mitigado a guerra e a fome,
O desespero e a desilusão.

Não pretendo uma raça perfeita,
Mas uma espécie sensível, quiçá inteligente,
Capaz de entender que a felicidade reside no todo
E não nos oásis só de alguns.

Tenho preparadas medidas de adaptação para essa nova realidade:
Redes de distribuição de alimentos entre os dois hemisférios,
Linhas de apoio fraterno e anímico,
Um sistema económico de comércio justo
E um sistema de integração das dissemelhanças.

Dizem-me que o clima vai mudar e que tenho que estabelecer novas medidas de mitigação e adaptação.
Será que as primeiras não servem os propósitos das segundas?

Não sou governo, sou governado.
Sou mitigador, não mitigado.
Se o meu comportamento é alterado,
Fi-lo antes de ser legislado.

P’ra seca e p’ra chuva não estou preparado,
Dependo dos outros, mesmo não estando molhado,
Por isso afirmo, não estar adaptado,
O que me deixa, preocupado.
Félix Rodrigues

12 Comments:

At 18:51, Blogger Su said...

tb não estou adaptada-------------

mas tu pretendes em demasia.....um especie sensivel/inteligente------------

infeliz.mente.......só alguns.


jocas maradas..sempre

 
At 23:28, Blogger Oliver Pickwick said...

Encantadora utopia, amigo Félix. No entanto, bem sabe, tem a tal da "evolução" das espécies, portanto, algum tempo depois, a partir de uma pequena avaria no código genético de um indivíduo,começaria tudo outra vez.
Um abraço!

 
At 11:14, Blogger Isabel José António said...

Querido Amigo Félix,

Bela visão da fraternidade em acção. E só não é posta em prática por todas aquelas coisas que se costumam chamar "pecados": Ganância, Poder, Desejo de Grandeza, etc., etc. Ora este "pecados", não são senão IGNORÂNCIA.

E, em vez de estarmos a rotular este teu belo post como sendo "uma utopia", talvez pudessemos pensar que, quem chega a uma determinada conclusão, que é a sua verdade, pode mudar, se quiser. Não há nenhuma mudança que não comece em cada um de nós.

Se formos coerentes e pusermos em prática, ao nosso nível,aquilo que constrarie esses pecados, estamos a contribuir para mudar tudo isto.

Não podemos estar à espera que venha um "salvador" e mude. Não! Tem que começar por cada um.

Um grande abraço e parabéns.

José António

 
At 12:26, Blogger jasmimdomeuquintal said...

Gostei das tuas substituições...
um beijo

 
At 13:53, Blogger Enfim... said...

isto so de ver faz impressão...é impossivel algum dia acabar com estas coisas
bjs

 
At 15:11, Blogger TF said...

Olá Felix
És um idealista saudável!
Bjs

 
At 20:54, Blogger LeniB said...

Fantástico!
Mais palavras para quê?

 
At 21:57, Blogger Cidalia said...

Gosto de passar por aqui e, cada vez que passo tem sempre algo que me faz pensar....

Tudo de bom

Cidália

 
At 22:21, Blogger geocrusoe said...

Não pretendo uma raça perfeita,
Mas uma espécie sensível, quiçá inteligente,
Capaz de entender que a felicidade reside no todo
E não nos oásis só de alguns.

Foi esta a pedra de toque que me comoveu neste post, teria odiado se quisesses uma raça perfeita: eugenia não! mas uma raça inteligente sensível, culta e disponíveis para a partilha... nisso alinho eu.

 
At 12:05, Blogger O Profeta said...

E todos devemos estar sériamente preocupados...as noticias dos ultimos dias conferem os receios e esperemos que se possa reverter este dramático problema que é de toda a humanidade...

Aquele abraço

 
At 03:23, Blogger Berro d'Água said...

Pois eu penso que não faltarão novos alunos para tua escola de boa formação. Talvez ela pudesse esculpir essa gente toda com tua doce visão, permeada de materias politicamente corretos... Para começar, penso que poderemos convidar os senhores militares de Myanmar, destruído pela fúria da natureza e talvez já entubada e entalada pelo descaso humano, que sabendo de suas articulações, explode ao mesmo tempo e em diferentes frentes, tentando nos mostrar para onde devemos colocar nossos olhos e quem sabe, tentando conseguir de nós todos, uma nova postura...
Há também meus 'respeitáveis governantes' que num ato IN - pensado, resolveram extender as fronteiras do abate da floresta amazônica, em prol da monocultura... Se a coisa já anda ruim e em processo acelerado, daqui pra frente o caos reinará em processo acelerado. E é bem a MONO e a FALTA de cultura, que acabará levando a todos nós, de roldão e tanto faz se por água abaixo e ou por falta dela e a única coisa certa até agora, é que para a espécie mais arrogante e pretenciosa, não há vacina... Não há correção genética... Não há respeito, não há nada se não, a consequência natural advinda do descaso: aqui se faz, aqui se paga!!! E definitivamente o que mais importa, não é o que somos e sim, o que fazemos com o que somos e o mais triste de tudo, é que a natureza é rigorosa e dá a todos, a mesma medida e o mesmo peso...

Beijo pra ti e muitas coisas boas em teu final de semana!!!

Cris

 
At 01:08, Blogger Cláudia Tavares said...

Encantador!

Criatividade e sensibilidade,
desde a graciosa escrita às imagens…
Adoro todos os seus trabalhos,
mas este em particular faz-me questionar
sobre tudo o que nos rodeia…
O Ser, o Agir …

Cumprimentos

Cláudia

 

Enviar um comentário

<< Home