Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2008-03-08

Dia Internacional da Mulher

A Mulher não conquistou um dia, conquista progressivamente o respeito, a dignidade e a igualdade a cada dia que passa.
O género sempre foi discriminador e continuará a sê-lo, e ainda bem que o é, não existe nada de errado nesse facto. As mulheres vêem o mundo diferente dos homens, enriquecem-no com o seu olhar diferente. Também os poetas o fazem e criam beleza no mundo, também os pintores o fazem e dão-nos contornos diferentes, e aí, não interessa o género. Porque razão a mulher não poderá fazer o mesmo sendo simplesmente mulher, do mesmo modo que eu sou simplesmente homem?No ocidente, o feminismo assume-se como um movimento político de mulheres que lutam pela equidade com os homens. Era suposto haver essa necessidade?
Em Portugal o Movimento de Libertação da Mulher inicia-se em 1974 e constitui-se para reclamar o direito à igualdade de oportunidades, sem discriminação de género. Uma sociedade que necessita de um movimento feminista para aprender a respeitar as mulheres encontra-se nos primórdios da sua evolução. No entanto quando essa sociedade evolui, complexada com os erros do passado, sente necessidade de criar um dia da Mulher. Não faz sentido haver dias da mulher ou do homem, quando há equidade. Não faz sentido uma lei de paridade na política, se isso corresponder à vontade de participar ou contribuir para a melhoria da sociedade. Porque não pode haver uma lista só com mulheres, do mesmo modo que até agora a maioria dessas listas eram constituídas por homens? Uma lei de paridade não faz sentido numa sociedade avançada, só é necessária quando essa sociedade percebe que afinal não evoluiu tanto assim. A paridade de géneros é a regra mais comum da natureza. Não há cidades só de homens, nem tão pouco só de mulheres. As amazonas eram um mito e certamente representavam a ânsia do género masculino querer complementar-se com o género feminino. O que é curioso, se essa interpretação for correcta, é que o género masculino precisa de um maior peso do sexo feminino para se sentir completo do que habitualmente o género feminino necessita para se sentir do mesmo modo.
Todavia, há mulheres que continuam a ser mães, educadoras, esposas, conselheiras, operárias, mas não podem ser humanas em plenitude, porque a outra metade do género humano assim o entende. Se é verdade que o género nos divide em dois grupos, porque razão um deles tem mais verdade do que o outro?
Mais de metade do mundo evolui e outra metade estagnou no reconhecimento da equidade entre géneros, talvez por isso ainda faça algum sentido o dia mundial da mulher.
Em metade do mundo, o homem manda e a mulher não se revolta. Valerá a pena criticarmos tal situação? Nem todos os presos gostariam de ser livres, nem toda a sociedade os quer libertar. A mulher só é mulher quando se liberta e o homem só é homem quando a aceita livre como ela deveria ser.
Félix Rodrigues

Etiquetas:

17 Comments:

At 04:44, Blogger Su said...

gostei de ler.te
infelizmente a maioria não pensa assim, daí um dia a mais com hipocrisia.............
jocas maradas..sempre

 
At 14:30, Blogger Hanah said...

Belo dia para ti...

Boa semana....

 
At 18:31, Blogger Oliver Pickwick said...

Li alguns artigos e vi reportagens especiais na TV acerca deste dia, no entanto, em conteúdo, não vi nada que chegasse próximo do que escreveu aqui. Nem mesmo em produções femininas.
Embora não me surpreenda, por que já conheço suficiente a sua escrita, mas parabéns assim mesmo pelo brilhantismo deste texto.
Abraços!

 
At 14:56, Blogger Berta Helena said...

Em total concordância contigo. Dizes tudo o que penso no teu texto. Com a vantagem de que escreveste com muita arte, com muita beleza. Os meus parabéns.
"A mulher só é mulher quando se liberta e o homem só é homem quando a aceita livre como ela deveria ser". Soa mesmo bem.

Um grande abraço, Félix.

 
At 21:38, Blogger Fátima Silva said...

Concordo e subescrevo. Não há necessidade de dias especiais para lembrar a equidade. Devemos apenas ser, enquadrados cada qual nos seus papéis.

Uma semana óptima, cheia de felizes realizações.

 
At 22:15, Blogger oceanus said...

Sem dúvida uma das grandes verdades...ainda estamos um pouco longe.

Parabéns pelo teu post, e as fotografias, como sempre, muitos belas.

uma boa semana

bjs do fundo do Oceanus

 
At 04:32, Blogger Ana Pallito said...

Quanta delicadeza. Obrigado querido.

Vídeo sensível ao extremo.

 
At 07:08, Blogger © Piedade Araújo Sol said...

Concordo contigo!

Aliaste um bom texto com umas belas fotos.

Gostei!

 
At 09:08, Blogger O Profeta said...

Um post...um tema para meditar...fabulosas fotos e...ser mulher é tanto, é imenso...


Aquele abraço amigo

 
At 09:40, Blogger Hanah said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 09:44, Blogger Hanah said...

Bom dia Felix,

Maravilhoso como sempre o seu texto...

O homem que respeita a mulher, respeita a si mesmo, pois a reconhece dentro de si...e vice e versa...


p.s:(escrevi e esqueci que havia visto o video abaixo,..............maravilhoso)...
......


aquele desenho é de Pablo Picasso -Face Dove...

obrigado por suas mensagens...

Boa semana para ti também...

 
At 13:10, Anonymous Anónimo said...

O vídeo é fantástico.

 
At 14:19, Anonymous Anónimo said...

Mais uma vez, pertinente.

Joe

 
At 19:31, Blogger Outonodesconhecido said...

Obrigada pelo teu post. gostei muito. Não sou fã d edia scomemorativos, mas historica e socialmente o dia da mulher tem ainda um peso muito grande:
mas confesso que para nós ocidentais com ua vida de equidade é ridículo comemorar o dia. Contudo, mesmo no mundo ocidentsalizado, infelizmnete, casos há, em que á comemoração deste dia é uma benção, uma luz ao fundo do túnel - também ainda se vivem tempos da idade média.

 
At 20:53, Blogger Nilson Barcelli said...

Excelente post.
Elas, as mulheres, merecem.

Bom resto de semana.
Abraço.

 
At 10:20, Blogger Goticula said...

Amigo desambientado, bela homenagem às mulheres do mundo.

bjs

 
At 12:26, Blogger O Profeta said...

O Sol abandonou o céu
A Lua ironiza no celeste
Soltas perversas vontades
Cruzam a tua vida agreste


Convido-te a partilhar a minha visão da forma em
como a vida às vezes é perversa para algumas mulheres…

Bom domingo

Abraço

 

Enviar um comentário

<< Home