Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2007-07-21

Nascimento de uma ilha

Quando a terra dá à luz, fá-lo de forma tão desesperada como qualquer mulher, assumindo mesmo que essa manifestação pode matar aqueles que lhes colonizam os costados, pois o que traz no ventre sabe que é multiplicador de vida, sabe que é portador de esperança.

Como se do nascimento de um homem se tratasse, a terra acelera a respiração, aumenta as contracções: formam-se os vasos sanguíneos e o sistema respiratório. Enchem-se os primeiros com sangue fervente, e o segundo, com gases oxidados na combustão interna das suas células.

O magma, esse líquido amniótico espesso, derrama-se, escurece, solidifica.

No início é a dor, a desolação e a ausência de forças que impera. Com o passar do tempo, esquece-se a experiência traumatizante porque o que nasceu é belo, vigoroso e arrebatador.

Uma ilha vulcânica é uma filha recém-nascida da mãe terra. Uma ilha que se separou do continente é um filho pródigo que se afastou, mas que um dia retornará.

Confirma-se que existem sulcos profundos no fundo do mar, cortados por uma massiva saída de lava ou por uma massiva descarga de água: são as cicatrizes do parto que deu origem a uma ilha.
Félix Rodrigues

Qual é a mais bela manifestação da Mãe Terra?

---------------------------------------------------------------

Délia elege a vida

Soslayo elege o nascimento de uma ilha

Woodworm elege certamente o mar
-----------------------------------------

Uma missão científica parte esta semana para confirmar a existência de uma eventual erupção vulcânica submarina detectada por pescadores a cerca de 180 milhas a sudoeste da ilha do Faial, Grupo Central dos Açores.
A coordenadora do Observatório Vulcanológico da Universidade dos Açores, Teresa Ferreira, adiantou hoje que informações prestadas recentemente por pescadores apontam para uma possível erupção vulcânica submarina na Crista Média-Atlântica.
Esta erupção, a confirmar-se pelos cientistas da universidade açoriana, não representa qualquer risco para as ilhas do arquipélago, mas as autoridades marítimas já foram informadas relativamente à navegação na zona.
“Na sequência de relatos de que alguns pescadores teriam observado algo de diferente nos seus monitores (sonar), o Departamento de Oceanografia de Pescas, com recurso ao seu navio “Arquipélago”, está a programar uma missão ao local”, explicou Teresa Ferreira.
Segundo a investigadora, esta missão pretende, assim, confirmar se estes relatos estão relacionados com uma erupção vulcânica situado numa zona entre 180 a 200 quilómetros da ilha do Faial.
No caso de estar em curso uma erupção vulcânica submarina, que não é visível à superfície, a missão vai caracterizar o fenómeno e recolher todos os elementos possíveis para se avaliar quais as suas implicações.
A profundidade, de acordo com as informações disponibilizadas ao observatório, estará entre os 400 e os 500 metros, elementos que carecem, porém, de confirmação.
Além da distância do arquipélago ser “considerável”, uma actividade vulcânica com estas características tem uma actividade sísmica de muito baixa magnitude, razão pela qual não foram registados sismos no arquipélago, adiantou Teresa Ferreira (In Açoriano Oriental).

7 Comments:

At 23:11, Anonymous Anónimo said...

Bem-ambientado

Preciosa analogia entre "MÃES"

E a vida como maior propósito.

Délia

 
At 22:36, Blogger soslayo said...

Desambientado:

Qual é a manifestação da Mãe Terra? Olha meu amigo a feitura de uma Ilha será uma delas! Excelente analogia entre um parto e a criação duma Ilha. Belíssimas fotos meu amigo. Um abraço.

 
At 22:37, Blogger soslayo said...

rectifico:

Qual é a mais bela manifestação da Mãe Terra?

 
At 16:03, Anonymous Anónimo said...

Comparação interessante.

 
At 10:04, Anonymous jose said...

José.

mete medo.

 
At 16:11, Blogger Woodworm said...

Boa Analogia…

Um momento de… apreensão… medo… beleza… magia… ansiedade… etc..

Abraço, Bruno

 
At 23:05, Blogger geocrusoe said...

Olá Felix, admito que os livros sobre a teoria de Gaia fascinam-me, embora por vezes necessite de retirar algum exagero à consciência que dão a Gaia, mas tu, provavelmente sem seres adepto da teoria, dás mais vida a esta Terra que aqueles que a assumem como viva. Mas continuo a adorar as tuas metáforas. No final ciência e cultura são dois modos da sabedoria se expressar.

 

Enviar um comentário

<< Home