Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2007-05-12

Costura a ponto de lava

Costurou-se a terra a ponto de lava,
como na elaboração de um tapete de Arraiolos.
Afastaram-se as pedras para descobrir o solo, e,
roçaram-se as silvas para deixar crescer a erva.
.
.
Nesse acto de arqueologia especializada
descobriram o suor dos meus pais
e a memória dos meus avós.
.
.
O tabuleiro não é para um jogo de xadrez,
mas para lograr a sobrevivência.
Não é um jardim romântico insular,
mas dá azo à saudade.
Em cada intersecção de parede,
cruzam-se tempos e gerações.
Cada linha resulta do aproveitamento da terra exígua,
enclausurada pelo imenso mar.
.
.
Se a terra tem grande valor
é porque a memória não se vende.
Félix Rodrigues
.
Linhas de lava
É a lava, Senhor, é a tal lava,
Que por onde passa tudo desbrava
E jaz luto fervente pela terra,
Que nunca mais das mentes se descerra.
.
Na memória fria a pedra crava
A saudade do verde, que se agrava:
Então o homem com fé volta e reconstrói,
O que o fogo dilúvio mói.
.
No coração todas as cinzas ocultas,
Renascem obras-primas, divisórias,
De paredes que fixam memórias.
.
E catorze pedras se dizem cultas,
Quando fazem da brava ilha Terceira...
Retalhos da rima mais verdadeira.
.
.
Quanto estás disposto(a) a pagar pela tua memória?

21 Comments:

At 21:24, Anonymous Azoriana said...

Linhas de lava

É a lava, Senhor, é a tal lava,
Que por onde passa tudo desbrava
E jaz luto fervente pela terra,
Que nunca mais das mentes se descerra.

Na memória fria a pedra crava
A saudade do verde, que se agrava:
Então o homem com fé volta e reconstrói,
O que o fogo dilúvio mói.

No coração todas as cinzas ocultas,
Renascem obras-primas, divisórias,
De paredes que fixam memórias.

E catorze pedras se dizem cultas,
Quando fazem da brava ilha Terceira...
Retalhos da rima mais verdadeira.

Rosa Silva
P.S. O seu artigo tem maior qualidade mas despertou em mim uma vontade de escrever.

Peço desculpa por não ter comparecido no 2º evento mas hoje, dia 12 de Maio, comemoro o aniversário da minha filha e não me foi possível ausentar de casa.
Tenho pena, acredite. Abraço!
Rosa Maria

 
At 13:16, Anonymous Azoriana said...

Obrigada amigo Félix.
Não há melhores nem piores, há inspirações. Fico mais feliz por ter gostado do que brotou de mim ao ler-te.

Quanto ao CD: Eu já o ouvi no leitor do rádio mas infelizmente o meu leitor do computador avariou e não consegui ainda ver. Só ouvi e, por momentos, pensei estar na freguesia de Santo Amaro do Pico, onde as cagarras povoam a noite e no meu tempo de infância faziam-me não pregar olho, porque me surpreendiam uma vez que na Serreta eu dificilmente as ouvia.
É de louvar quem teve esta ideia e juro que até meus filhos ficaram muito atentos e inquietos para ir ver a exposição. É sinal de que também gostaram.
Eu acho que tanto o Félix como o Paulo Silva deviam colocar um artigo alusivo a esta efeméride, em destaque no blogue.
Acho que as crianças das escolas deviam presenciar a exposição devidamente acompanhadas.
Juro que, do que ouvi, parece que as próprias cagarras dizem: "Anda cá, anda cá..."
Bem haja quem fez um trabalho destes.
Não sei os termos técnicos sobre o assunto mas sei o que me despertou ver e ouvir a exposição: é linda a nossa terra e ainda dá para ouvir a própria arte das aves conjugada com a natureza. Percebe-se, perfeitamente, porque há saudade.

Um abraço e obrigada mais uma vez.

 
At 18:22, Blogger Hanah said...

Seu texto já diz tudo...

e jamais poderia ter te apagar de minha memória...

e o
Thinking blogger goes to
Felix

Blesses for you...

Beijo Grande Amigo

Hanah

 
At 18:50, Blogger foryou said...

Matas-me de saudade com essas fotos :(

(e já agora... cuida bem aí do meu filhote por esses dias)

 
At 20:52, Blogger Trequita said...

por vezes é melhor não ter memória... penso que talvez fosse mais feliz assim...

 
At 21:29, Blogger Era uma vez um Girassol said...

Meu amigo Félix, tens um desafio no girassol....
Beijinho

 
At 09:46, Blogger Aprendiz de Viajante said...

Mais uma vez um post encantador... daqueles que fazem pensar. Este teu blog tem uma visão universal e contudo está sempre preso às tuas raízes, à tua terra. É como se ela fosse o mote para questões sempre maiores.Por isso adoro passar por aqui, mesmo quando o faço a correr.

Um abraço.

 
At 16:20, Blogger o alquimista said...

As pedras desta ilha não têm idade...guardam o calor das almas, aprisionam a nostalgia, são o tapete que pisas, em verde se entoa uma melodia...


Forte abraço amigo

 
At 16:54, Blogger Nádia Bonani said...

Olá!
Mais que lindas fotos!!!
Iria comentár no post de cima mas não achei o link para comentár apenas o de mandar msg por corréio eletronico. . . bom quero desejar uma linda semana!!
E obrigada pois aqui posso sempre estár aprendendo um pouco mais*
bjos.
E ótima semana*

 
At 16:57, Blogger Isabel José António said...

Querido Amigo Félix,

Vinha pedir-te o favor de especificares um pouco melhor, sobre o desafio do Meme que lançaste no teu último post mas no qual não consigo efectuar comentário nenhum.

Ouvi, pela primeira vez, falar da toria dos "memes" no livro de Ken Wilber "Uma Teoria de Tudo". Fica-se fascinado com as "urdiduras" que os memes conseguem fazer por forma a se espalharem uns com os outros.

Se não estou a ser muito "burro" talvez quisesses fazer o favor de especificar melhor que tipo de desafio é que está a ser lançado.

Desculpa a ignorância.

Um grande abraço

José António

 
At 17:22, Blogger Era uma vez um Girassol said...

Respondi-te no girassol à pergunta que lá fizeste. Não consegui enviar mail...
Está fantástico o teu meme...
Bjs

 
At 01:29, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

O preço de minha memória é justo o custo de minha existência...

Depois, quando der, podes passar lá no Lâmina para identificação das nuvens que estão postadas lá???
Adorei o texto "Se chove" e estranhamente, ou pela smples sintonia, estava eu postando sobre as nuvens com desenhos de ovelhas...

Amei as fotos de solo retalhado!!!
Beijinhos,
Cris

 
At 01:36, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

E sobre o meme...


O preço de minha memória é justo o custo de minha existência...

Beijo!!!
Cris

 
At 22:09, Blogger Nilson Barcelli said...

Parabéns pelo prémio que te foi atribuído. Ele é inteiramente merecido.
E obrigado por me teres incluído na tua escolha, apreciei particularmente este teu gesto.

Fotos belíssimas e palavras do mesmo nível (acho que nunca tinha lido nada da autora).

Abraço.

 
At 16:21, Blogger Lua dos Açores said...

Fantástico zoom é feito nestas fotos. Como sempre os teus textos encantam.
Quanto à nomeação que me fazes apenas posso sentir-me imensamente honrada, fiquei no meio de gente linda.
Beijinho

 
At 21:48, Blogger foryou said...

Não, acho que não conheces, sei lá... quem sabe... :)

Apenas tenho sempre muitas saudades das ilhas onde vivi a minha infância :) lindas!!!
E se olhares para o mar e vires por lá uma fragata que esta noite está aí mesmo à tua frente encontrarás nela o meu fuzo :) trata-o bem, pleaseeee

 
At 23:11, Blogger TF said...

Obrigada Félix pelo comentário no meu espaço e por esta nomeação que não sei se é merecida. Os meus blogs têm andado muito abandonados ultimamente. Não consigo arranjar tempo para os alimentar como gostaria. Logo que possa irei colocar lá o selo da nomeação e escolher também os meus nomeados.
Andava a pensar escrever-te para o email porque estou a trabalhar com professores do pré-escolar e 1º ciclo de Santarém numas sessões sobre actvs experimentais de ciência e TIC e tenho pensado naquele teu projecto. Chegou a ir para a frente? Um dos temas que estamos a tratar é meteorologia porque a Câmara ofereceu umas estações meteorológicas rudimentares a todas as escolas do 1º ciclo do concelho e contactou-nos para trabalharmos com os professores na exploração dos equipamentos.
Um beijo
Teresa

 
At 10:49, Blogger asn said...

Que maravilha de fotos!
Até parece que estou, neste preciso momento, transportado para esse local maravilhoso, que é observar toda a vista deslumbrante a partir da Serra do Cume, como o fiz, em Agosto do ano passado.
Recordações inenarráveis!
Um abraço, amigo Fénix
António Nunes

 
At 11:14, Blogger Vida said...

Mais uma colecção lindíssima de fotos dessa tua ilha, as várias tonalidades de verdes encantam. Carregamos na nossa memória todos os pontos de lava costurados pelos nossos antepassados.

Bom fim de semana e beijinhos a todos!!!

 
At 23:27, Blogger Entre linhas said...

Fotos muito bonitas e que me alegraram, fizerem-me reviver as memórias das minhas belas ilhas çoreanas...sou da ilha mais ocidental.
Adorei ter passado por cá.
Bom fim de semana
Bjs Zita

 
At 18:08, Anonymous António Gama said...

Gostei muito de ver as minhas fotos neste blog da Terceira, que também é um bocadinho a minha terra, especialmente a Vila de São Sebastião. Obrigado por as ter escolhido para ilustrar a sua página.

António Gama (mdv@eiou.pt)

 

Enviar um comentário

<< Home