Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2006-04-01

A era do Medo


No inquérito realizado neste blog (aqui mesmo ao lado), sobre a gripe aviária (H5N1), ao qual só responderam até agora 25 pessoas, verifica-se que 32% dos inquiridos revela alguma preocupação relativamente a uma possível contaminação por este vírus. Outros 32% dos inquiridos distribui-se de forma equitativa por níveis de preocupação que se situam entre a Muita Preocupação e a Extrema Preocupação.
Se os resultados aqui obtidos são de algum modo representativos da população falante da Língua Portuguesa, poderia afirmar-se que 64% dos habitantes dos Países de Língua Oficial Portuguesa, ou emigrantes que falam a Língua Portuguesa, encontram-se deveras preocupados com uma possível contaminação pelo vírus H5N1.



Assim, a avaliação subjectiva de risco de contaminação pelo vírus H5N1, é extremamente exagerada face à avaliação objectiva de risco de alguns peritos.


Vejamos:

Este é o quadro actual de dispersão das várias estirpes da gripe aviária.


É sabido que todos os anos milhões de pessoas são acometidas por doenças de origem alimentar. Só nos Estados Unidos da América, as doenças alimentares são responsáveis por aproximadamente 76 milhões de casos de doença, 325.000 internamentos hospitalares e 5.000 mortes por ano. Como se pode ver por estes números, o risco de contaminação por H5N1 é muito menor que o risco de contaminação por outros patogéneos conhecidos e letais. Assim, o risco percepcionado para o H5N1 é substancialmente diferente do risco real.

Investiguei, mais a fundo o que diz o Editorial do número 81 (abril-2006) da revista "DSALUD" (espanhola) ( www.dsalud.com) por José Antonio Campoy, referido no blog Lua de Lobos e fiquei perplexo. Aí diz-se que existe uma estratégia de medo que pretende potenciar o comércio internacional do Tamiflu. Curiosamente há factos que são verdadeiros nessa análise, e podem ser lidos aqui e aqui.
Por outro lado, uma forma de verificar de que modo tais jogos psicológicos o(a) podem afectar, pergunte-se se já deixou de comer ovos ou carne de frango por isso. Se sim, então é porque é muito vulnerável à estratégia do medo, e provavelmente, a campanha para venda do Tamiflu terá sucesso.
Deixo-vos com uma pergunta, a mesma do Editorial da revista Dsalud:

Estamos loucos ou somos idiotas?

Félix Rodrigues
Nota- Este post é sugestão da Maat e foi beber a informação ao blog Mulheres&Deusas e ao blog Lua de Lobos .
.
SOS
Salvem as Focas
Salvem as focas em Tempo Esgotado da Mar
O Maior Holocausto Animal: Age, em In Mente
.
Poema sugerido por Maria do Céu Costa
.
O Medo
Em verdade temos medo.
Nascemos escuro.
As existências são poucas:
Carteiro, ditador, soldado.
Nosso destino, incompleto.
.
E fomos educados para o medo.
Cheiramos flores de medo.
Vestimos panos de medo.
De medo, vermelhos rios
vadeamos.
.
Somos apenas uns homens
e a natureza traiu-nos.
Há as árvores, as fábricas,
Doenças galopantes, fomes.
.
Refugiamo-nos no amor,
este célebre sentimento,
e o amor faltou: chovia,
ventava, fazia frio em São Paulo.
.
Fazia frio em São Paulo...
Nevava.
O medo, com sua capa,
nos dissimula e nos berça.
.
Fiquei com medo de ti,
meu companheiro moreno,
De nós, de vós: e de tudo.
Estou com medo da honra.
.
Assim nos criam burgueses,
Nosso caminho: traçado.
Por que morrer em conjunto?
E se todos nós vivêssemos?
.
Vem, harmonia do medo,
vem, ó terror das estradas,
susto na noite, receio
de águas poluídas. Muletas
.
do homem só. Ajudai-nos,
lentos poderes do láudano.
Até a canção medrosa
se parte, se transe e cala-se.
.
Faremos casas de medo,
duros tijolos de medo,
medrosos caules, repuxos,
ruas só de medo e calma.
.
E com asas de prudência,
com resplendores covardes,
atingiremos o cimo
de nossa cauta subida.
.
O medo, com sua física,
tanto produz: carcereiros,
edifícios, escritores,
este poema; outras vidas.
.
Tenhamos o maior pavor,
Os mais velhos compreendem.
O medo cristalizou-os.
Estátuas sábias, adeus.
.
Adeus: vamos para a frente,
recuando de olhos acesos.
Nossos filhos tão felizes...
Fiéis herdeiros do medo,
.
eles povoam a cidade.
Depois da cidade, o mundo.
Depois do mundo, as estrelas,
dançando o baile do medo.
.
De Carlos Drummond de Andrade.

128 Comments:

At 18:01, Blogger Paulo J. Ribeiro said...

As imagens dos vírus são muito bonitas e levam-nos a pensar que esses bichinhos são inofensivos. A verdade, ou melhor, o que nos é vendido como verdade, é bem diferente. E nós, que remédio, não temos como provar o contrário, acreditamos. Temos medo. Não há como não ter. Seja a doença natural ou criada por um qualquer laboratório, o que é consensual é que é perigosa e ninguém consegue prever as consequências. E também, claro está, a indústria farmaceutica tem todo o interesse nisso, não fossem eles os mais beneficiados. Para os que não acreditam nesta teoria, aconselho um filme: "O Fiel Jardineiro", talvez aí mudem de opinião!

 
At 18:44, Anonymous Anónimo said...

Talvez não sejamos nem uma coisa nem outra, mas tão somente seres vulneráveis aos virus e ao medo. Infelizmente! Nicósia a Rapariga das Laranjas

 
At 18:46, Blogger Isabel José António said...

O medo, e a propagação do medo
É que nos podem realmente matar
E para não desvendarem o segredo
Todos nos querem também enganar

Patos e outras migratórias aves
Respiram tudo o que é contaminado
E levam para bem longe e suaves
O ambiente que está já estragado

Os vírus é que são os culpados
Desta loucura total,desta demência
Os seres humanos estão atordoados
Porque lhe roubaram a inocência?

Há nesta ignorância monstruosa
Perfídia do tamanho do mundo
Se não houver o perfume da rosa
De certeza já batemos no fundo

Mas...
de Manuel Alegre)

Mesmo na noite mais triste
Em tempo de servidão
Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz NÃO

Um abraço e parabéns pelo post

José António

 
At 19:40, Blogger Cidalia said...

Acho bem irem ler o que está no blog Lua de Lobos. Esta informação, eu recebi ontem por e-mail e fiquei mesmo apreensiva.... Como é possível por interesses económicos fazer o alarme que está a ser feito!!!

 
At 20:10, Anonymous Mar said...

Ola irmão guerreiro camarada. Hmm estou meio como direi.. afastada das minhas atividades ambientalistas na net.. e ativando mais na real. Queimando menos minhas idéias , germinam novas no meio ambiente. -Votei em vc hoje.. e com méritos, ou seja, mandei email a gazeta dos blogueiros dizendo que vc é "o cara" em se tratando de blog. Qt ao "Era do Medo", concordamos em número e grau que toda essa onda não passa de uma pandemia do circo para distrair os humanos. A mídia infelizmente tem poder.. e quem manda na mídia é o fabricante da notícia. Portugal. Nada é o que parece ser... as vezes é pior..rs. Na maioria das vezes... apenas uma reação sem causa. Bom final de semana .. boa sorte!
Abraços,
Mar

 
At 20:53, Blogger FSilva said...

O livro "O Fiel Jardineiro" de John le Carré, mostra precisamente a exploração capitalista desenfreada, por parte das multinacionais, ligadas à indústria farmacêutica e a corrupção de muitos governos, que colaboram na experimentação em seres humanos, sobretudo nos países subdesenvolvidos.

 
At 22:29, Blogger aprendiz de viajante said...

O poder do capitalismo não oferece fronteiras, e infelizmente lucram uns poucos à custa do terror de tantos!!!

Belo Post! Como sempre...

Bom Domingo.

Obs- Já votei, em ti... claro!

 
At 22:37, Blogger Águas da Vida said...

Obrigada querido pela distinçao e parabens pela indicaçao do seu blog para the best, ibdicaçao mais doque justa.
Big Kiss

 
At 01:39, Anonymous Alexandra said...

O problema aqui focado é deveras interessante e perante as perguntas colocadas ficamos a pensar...

A coacção psicológica tem um gd impacto na vivência de uma determinada circunstância. Cabe a ela induzir, neste caso, o medo. Esse que não pode deixar de existir perante a possibilidade de morte.

Os interesses comerciais, infelizmente, levam a verdadeiros atropelos à dignidade das pessoas, manipulando-as por forma a, muitas vezes, nem raciocinarem .

Excelente post!

Um bom Domingo :)

 
At 06:51, Blogger Maria Costa said...

Aqui temos a resposta;

"Em verdade temos medo.
Nascemos escuro.
As existências são poucas:
Carteiro, ditador, soldado.
Nosso destino, incompleto.

E fomos educados para o medo.
Cheiramos flores de medo.
Vestimos panos de medo.
De medo, vermelhos rios
vadeamos.

Somos apenas uns homens
e a natureza traiu-nos.
Há as árvores, as fábricas,
Doenças galopantes, fomes.

Refugiamo-nos no amor,
este célebre sentimento,
e o amor faltou: chovia,
ventava, fazia frio em São Paulo.

Fazia frio em São Paulo...
Nevava.
O medo, com sua capa,
nos dissimula e nos berça.

Fiquei com medo de ti,
meu companheiro moreno,
De nós, de vós: e de tudo.
Estou com medo da honra.

Assim nos criam burgueses,
Nosso caminho: traçado.
Por que morrer em conjunto?
E se todos nós vivêssemos?

Vem, harmonia do medo,
vem, ó terror das estradas,
susto na noite, receio
de águas poluídas. Muletas

do homem só. Ajudai-nos,
lentos poderes do láudano.
Até a canção medrosa
se parte, se transe e cala-se.

Faremos casas de medo,
duros tijolos de medo,
medrosos caules, repuxos,
ruas só de medo e calma.

E com asas de prudência,
com resplendores covardes,
atingiremos o cimo
de nossa cauta subida.

O medo, com sua física,
tanto produz: carcereiros,
edifícios, escritores,
este poema; outras vidas.

Tenhamos o maior pavor,
Os mais velhos compreendem.
O medo cristalizou-os.
Estátuas sábias, adeus.

Adeus: vamos para a frente,
recuando de olhos acesos.
Nossos filhos tão felizes...
Fiéis herdeiros do medo,

eles povoam a cidade.
Depois da cidade, o mundo.
Depois do mundo, as estrelas,
dançando o baile do medo."

De Carlos Drummond de Andrade.

Vasto este post.

Beijinhos.

 
At 09:55, Blogger Desambientado said...

Paulo Ribeiro

Não conheço esse filme. Aluga-se no Clube de Vídeo?

 
At 09:56, Blogger Desambientado said...

Rapariga das Laranjas.

Concordo consigo, mas há medos racionais e outros completamente irracionais.

 
At 09:58, Blogger Desambientado said...

Amigo José António.

Mais uma vez obrigado pelas tuas bonitas quadras sobre este tema, que muito bem resumes.
A quadra final de Manuel Alegre, de facto conclui brilhantemente o raciocínio da poesia e do post.

Obrigado.

 
At 10:04, Blogger Desambientado said...

Cidália.

Este post acaba por ser um pouco a revolta que senti, ao investigar algumas das coisas que se diziam no blog Mulheres&Deusas, que a Maat me tinha aconselhado a ler.
Senti-me ultrajado, se bem que, nunca deixei de fazer fosse o que fosse por causa da gripe das aves, nem tão pouco estava preocupado com ela.

 
At 10:09, Blogger Desambientado said...

Amiga Mar.

Já deu para ver que você anda um pouco afastada. Por vezes a vida é assim, nem sempre há tempo para tudo.

Muito obrigado pelo apoio e recomendação do blog à Gazeta dos Blogueiros. Eu estava sem saber quem teria feito isso. Não suspeitei que tivesse sido você.
Agradeço-lhe esse gesto tão simpático.

Quanto ao H5N1, são como se costuma dizer "Mais as vozes do que as nozes" para vender "Gato por lebre".

Um beijinho.

 
At 10:20, Blogger Desambientado said...

Fsilva.

Não conheço a obra e o Paulo Ribeiro acaba de sugerir que se veja o filme, que certamente se baseia no livro.

Obrigado.

 
At 10:23, Blogger Desambientado said...

Wicca.

Não é permitido ao capitalismo tudo. Essa gente deveria ser deveras penalizada....O grande problema é perceber como?

Obrigado pelo voto e da minha parte, votos de bom Domingo.

 
At 10:24, Blogger Desambientado said...

Águas da Vida.

Muito obrigado pelo simpático cumprimento.

Votos de bom Domingo.

 
At 10:26, Blogger Desambientado said...

Alexandra.

Um comentário interessante e oportuno.

Bom Domingo.

 
At 10:32, Blogger Desambientado said...

Maria do Céu.

E tudo foi resumido...vastissimo poema. Lindissimo poema.


Muito obrigado.

 
At 10:59, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Bom Dia...

O medo na medida certa é o que ajuda a dar garantias de coninuidade à vida. O problema é quando esse mesmso medo é multiplicado ao ponto de produzir a cegueira absoluta...

Equilíio e harmonia, misturadas ao bom senso, fazem muito bem à súde. No entato um pouquinho de cuiddo com o meio ambiente, para evitar os desalinhos, sempre cabe muito bem, mas disso ningém lembra...

Enfim, a humanindade tem medo em excesso mas continua firme, sem vergonha e sem propósitos...

Beijinhos Querido Coelho!!!
ò,ó

 
At 11:02, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

E meus agradecimntos à Maria do Céu e a ti, pelo lindíssimo Carlos Drummond de Andrade...

Beijo

 
At 11:03, Anonymous Alexandra said...

Tens razão Félix,
n era minha intenção mas acabou por ser uma homenagem. Mas sabes? Não me importo. Gosto de dar vida àqueles q lutaram e conseguiram!

Bom Domingo pr ti tb.

 
At 12:36, Blogger Jardineira aprendiz said...

Mais uma vez uma discussão muito interessante neste sítio. Não votei no inquérito mas devo dizer que a gripe das aves me causa alguma apreensão, embora naturalmente ache que o assunto está a ser empolado pelos media. Pelo que percebi, o problema deste vírus é o tipo de resposta imunitária que provoca, que é de muito mais difícil recuperação que o da gripe normal e o das duas últimas pandemias do século xx. É no entanto semelhante ao da chamada 'pneumónica' de 1918 que realmente causou bastantes estragos. As minhas avós falaram-me várias vezes deste caso (antes de se falar da gripe das aves), segundo elas, nas aldeias de onde eram originárias morreu muita gente, chegando a morrer todas as pessoas da mesma casa. Claro que nessa altura, nesses meios as pessoas não teriam propriamente a melhor nutrição e portanto o seu sistema imunitário teria alguma vulnerabilidade. No entanto hoje em dia, apesar da alimentação ser melhor em termos de variedade e abundância não o será em qualidade, por outro lado as pessoas têm uma vida sedentária (sem exercício físico regular e ao ar livre), vivem e trabalhem em ambientes confinados, e há uma enorme toma de antidepressivos, tudo isso factores de vulnerabilidade do sistema imunitário.

Não creio muito na teoria da conspiração, acho que estes senhores são muito mais capazes de se aproveitarem de uma situação real e contribuir para o seu empolamento, do que propriamente a criarem (nem o sr Bush teria inteligência para isso rsrs). E seria demasiado arriscado em termos de opinião pública, já basta as consequências da guerra do Iraque!

Acho que a culpa deste alarme todo é em grande parte dos media que fazem tudo por uma fatia de audiência, basta ver o que fizeram com a crise das vacas loucas, com os nitrofuranos, o que fazem com o futebol e todo o escândalozito que possam aproveitar.

E claro, do nosso lado, há o medo, que é uma coisa velha, só mudou de objecto porque as mentalidades e os conhecimentos (ou a ignorância?) também mudaram.

Epa, grande comentário, vou-me calar!

 
At 12:47, Blogger FSilva said...

Não tive oportunidade de ver o filme, não sei qual a adaptação que foi feita.

 
At 12:49, Blogger FSilva said...

Não sei se já está no clube de video, foi um filma recente, creio que é preferível ler o livro é da D.Quixote

 
At 13:31, Anonymous Mar said...

Olá Félix.... espero não ter assustado vc. Aquele blog estranho... bom.. é o estranho do meu mano quem me manda os obit*-/*vx - Para que vc me perdoe o desvio nos blogs, fotografei pela manhã algo especial para os teus olhos.. sem medos.

 
At 13:39, Blogger Era uma vez um Girassol said...

Gostei muito deste post, informa, esclarece. Mas olhando para o lado, comentário do Paulo Ribeiro falando do filme "O Fiel Jardineiro"...até me arrepio...!
Esse filme fala desse problema de modo cruel, real...
Há grande perigo, sim, hoje tudo é possível! São as grandes indústrias farmacêuticas a criar e ganhar com estas campanhas de medo...
Bjinho

 
At 14:15, Blogger aprendiz de viajante said...

Tens toda a razão... seria bom reinventar um mundo novo!... mas como? Há sempre gente desumana que respeita outras regras que não as nossas!

Bom Domingo!

 
At 16:47, Blogger Ana Isabel Godinho said...

É incrivel!!!...por mais voltas e voltas que o mundo dê, vai sempre parar ao mesmo...o poder económico! E aos "senhores" que se julgam donos do mundo e que controlam a economia mundial!
Tudo à custa da ingeniudade,ignorância, inocência ou, como neste caso, medo!
O Medo é algo que faz mover o mundo tão rápido como o dinheiro...e quando se juntam os dois a mistura é explosiva!
Para uns o medo do desconhecido (o tal H5N1) que pode andar em toda a parte e por outro o poder capitalista e interesseiro que se aproveita do tal medo irracional do desconhecido ....que no fundo é inerente a todo o ser humano!!!

Ana Isabel

 
At 16:51, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Já votei! Que me desculpem os outros blogs, excelentes também, mas o desambientado é......único, pela diversidade de temas, pela forma como os aborda, pela simplicidade e pela simpatia que transparece em todos os posts...põe todos à vontade desde os 8 aos 80 anos!!!!!

Ana Isabel

 
At 17:46, Blogger Desambientado said...

Lâmina d´Água.

Bom dia e muito obrigado pelos teus habituais simpáticos comentários.

Gostei da frase " a humanidade continua firme: sem vergonha e sem propósitos". Será a humanidade, ou uns quantos epertalhaços?

beijinhos.

 
At 17:47, Blogger Desambientado said...

Alexandra.

Votos de uma boa semana porque o Domingo está mesmo no fim.

 
At 17:55, Blogger Desambientado said...

Jardineira Aprendiz.

Talvez tenhas razão. Talvez seja o enfase dado pela comunicação social que tem levado a esse exagero. Mas também não será verdade, que numa era em que compramos coisas que não precisamos, que há técnicas de publicidade para nos fazer votar em A, B ou C, que há mensagens subtis para nos fazer adquirir incoscientemente algo que não queremos ou valorizar algo que em consciência abominamos, ou até, mesmo, obrigar-nos a não pensar, que haja uma estratégia para isso?
Viver debaixo da lógica da teoria da conspiração pode ser demasiado doentio, mas não nos devemos esquecer que a mente humana por vezes é preversa.

Em qualquer teoria os dados tem que bater certo com as previsões. neste caso, aquilo que o blog Mulheres&Deusas apresenta, bate demasiado bem.

A nosso medo pelo desconhecido tem que ser controlado. É vergonhoso termos mais medo do H5N1 do que da Sida. Apesar de conhecermos bem pouco de um e de outro.

 
At 17:57, Blogger Desambientado said...

Fsilva.

O videoclube de Angra não tem o filme. Pode ser que um dia encontro o livro.
Já vi que também a Era uma vez um girassol, leu o livro.

Obrigado pela informação.

 
At 18:01, Blogger Desambientado said...

Mar.

Não me assustei.

O que foi que você fotografou? Não consegui ver isso no seu blog.

 
At 18:04, Blogger Desambientado said...

Era uma vez um Girassol.

Não estou a ver qual é o filme...não é um em que a empresa lança a epidemia para poder vender em seguida o antídoto? Se é, não me parece que seja este o caso, por mais mal intencionadas que estejam as empresas farmaceuticas. creio que há é um aproveitamento da situação para provocar medo psicológico (versão guerra fria).
Acabamos por viver numa preocupação constante com problemas que são menos gravosos do que outros.


Bom fim de semana.

 
At 18:07, Blogger Desambientado said...

Wicca.

Se os tribunais não se deixassem corromper, ser os governos não se deixassem influenciar, se os eleitores não se deixassem influenciar, se e se e mais ses, seriam necessários para a construção de uma sociedade perfeita.

 
At 18:10, Blogger Desambientado said...

Ana Isabel.

Muito obrigado pela consideração e análise do meu blog, ou melhor, do nosso blog, porque são vocês todos que me o ajudam a criá-lo.

Quanto ao poder económico, é um pouco semelhante à democracia, apesar de não serem sistemas perfeitos, parecem ser o melhorzinho que temos. Mas podem ser nitidamente melhorados.

Bom Domingo.

 
At 21:43, Blogger Paulo J. Ribeiro said...

Félix

Não sei se o filme existe para aluguer, mas eu tenho-o em DVD, se quiseres posso emprestaar. É simplesmente fabuloso e actual.

 
At 22:05, Blogger Jardineira aprendiz said...

Olá de novo Desambientado, realmente este pessoal não é de confiança, conheço bem as barbaridades que fazem estas empresas de biotecnologia na área da agricultura, e frequentemente são as mesmas donas dos farmaceuticos (suponho que não é o caso da Roche). Mas isto seria um pouco óbvio e custa-me a acreditar que pudessem enganar toda uma comunidade científica (não ignorando contudo o quão escorregadio é o conhecimento científico), quanto ao risco de pandemia e à gravidade desta. É claro que acredito que tirem os proveitos que podem da situação e se possível que a apimentem. Mas não que tenham criado a situação como o artigo da revista sugere. Será assim tão fácil enganar toda a gente? Seremos todos assim tão tolos?

Acho que eles manobram as coisas a outro nível, o de capitalizar os medos das pessoas e a superficialiddade dos media. E claro, de ocultar factos que não convém serem conhecidos do público.

A nossa arma é mesmo a informação mas na impossibilidade de a obtermos toda (não podemos ser todos especialistas em virulogia!) temos mesmo que procurar o bom senso, como sugeres. E isso não abunda nesta sociedade da (des)informação!

O filme 'O fiel Jardineiro' saiu este ano, por isso é normal que ainda não tenha chegado aos clubes de vídeo. Não vi, mas já li muito boas referências.

Pronto, acabaram-se os comentários kilométricos!

 
At 22:13, Blogger MDeus said...

Eu penso que tanto temos de loucos como de idiotas, é só ver como somos diariamente manipulados, no que comemos, vestimos, lemos, etc... Quando num país um dos programas de tv com maior audiência é uma quinta das celebridades ou circo de qualquer coisa, por aí já vemos como muito mal vamos nós. A gripe aviária sabemos que é uma ameaça para todos nós, como uma infinidade de outras doenças, mas neste momento esta é a que está na moda digamos e a que provoca audiências, corridas para a informação e tudo isto acredito esteja a ser controlado pelos grandes grupos económicos.
Um bom fim de domingo.

 
At 22:25, Blogger Fátima Silva said...

Viva, cá cheguei finalmente, mas com o tempo contado.
Li o post e alguns comentários e espero não me repetir.
Sobre este assunto vi um programa televiso que apresentava um quadro negríssimo para o caso das gripes das aves, contaminação pelo H5N1. Em que ele referia que se houvesse uma possível mutação do micróbio e fosse transmissível entre os humanos, em pouco tempo, estaríamos perante uma pandemia. Foi um cenário horroroso. Além disso aludia que havia muita reserva no fabrico da vacina. Não percebo muito deste assunto, mas assustei-me. Todavia ouvem-se tantas opiniões, acerca do assunto, que a minha calma voltou.
Quanto às indústrias farmacêuticas, bem um pouco de pânico favorece o negócio.

 
At 22:29, Blogger Fátima Silva said...

Estive a reler o texto e há correcções a fazer.
Onde se lê:
"ele", é o cientista responsável pelo documentário.
"muita reserva no fabrico", pouca reserva da vacina e o seu fabrico é condicionado.
Devia ter relido antes. Enfim ossos do ofício.

 
At 23:48, Blogger Fátima Silva said...

enviada pelo yahoogrupos.com.br. Mais informações
Data: Wed, 29 Mar 2006 14:53:06 -0000
Assunto: [LPDAml] PSP COM LICeNÇA PARA MATAR CÃES

Na ilha graciosa (açores) os caes vadios vao ser abatidos numa acção
concertada entre a camara e a PAP locais. O objectivo desta acção é
combater os ataques dos canídeos às explorações agrícolas. Trata-se
da ultima solução encontrada para lutar contra os ataques dos caes
vadios, que causam prejuizos aos agricultores. Forma menos radical
seria a abertura de um canil, mas a edilidade invoca a Lei do
Orçamento de Estado, que obriga a reduzir os custos com despesas de
pessoal, nomeadamente, um vetrinário, figura fulcral para se abrir
uma infra-estrutura dessas.

São cerca de 30 a 40 caes, considerados semi-selvagens e perigosos,
que atacam o gado que se ninguem fizer nada vão acabar por ser
abatidos a tiro.

Por favor, se conhecerem alguem que more lá ou se se lembrarem de
alguma ideia para poder protestar contra isto comuniquem-na. Sei que
sozinha não poderei fazer muito mas se houver vontade de muita gente
pode ser que se possa fazer alguma coisa...

Naza_pt@yahoo.es
recebi agora esta mensagem

 
At 02:25, Blogger Caiê said...

Nunca deixei de comer nada por medo de infecções. Nunca deixei de tocar em ninguém doente por medo; aliás, já tratei de alguém, sabendo que iria contrair o problema (o que, de facto, aconteceu). Acho ridículo termos demasiado medo destas coisas. Fazem parte da vida. Fecharmo-nos numa redoma parece-me estéril e bloqueia a nossa humanidade, a nossa capacidade de resistência até.

 
At 09:35, Blogger Desambientado said...

Paulo Ribeiro.

Obrigado. Agradeço. Se me puderes emprestar, combinamos como fazê-lo.

 
At 09:44, Blogger Desambientado said...

Jardineira Aprendiz.

Não creio que se consiga enganar toda a comunidade científica, mas a comunidade científica tem muita dificuldade em desmentir meias verdades, porque ao fazê-lo poderá produzir meias mentiras.
Por vezes a comunidade científica vê-se enredada de tal modo que nada consegue fazer. Por outro lado, coloca-se sempre a questão das certezas. Quem as tem? Nem a comunidade científica tem certezas. Que o virus pode tornar-se mais agressivo, ninguém pode desmintir. vai se tornar mais agressivo? Ninguém o consegue afirmar. Então a questão fica voltada para o aspecto que melhor nos aprover. A Comunicação social tem ajudado muito porque vende muito mais com o lado negativo da questão do que com o lado positivo.

Ninguém pode afirmar com certeza suficiente que uma Pandemia não pode acontecer, no entanto, a tónica não deve ser só dada aí quando em termos reais, os riscos de outras "infecções" são muito maiores.
Temos assistidos nestes últimos tempos a um surtos de gripes enormes, de um virus mutante que se associou a uma bactéria. Aqui na ilha Terceira cerca de 50% das pessoas já foram afectadas e um pouco por todo o mundo: Canadá, Portugal Continental, França, etc.
Quais foram os estragos. Essa gripe e essa bactéria não específica são efectivamente mais preocupantes que a actual gripe avaiária. É também uma questão de actualidade.

Isto também já está grande de mais.

 
At 09:47, Blogger Desambientado said...

MDeus.

Parte do comentário que faço à Jardineira Aprendiz, também se aplica aqui. É verdade, é uma questão de moda, é uma questão de tónica e é uma questão de meias-verdades.

A informação é pertinente quando é interiorizada, mastigada. As televisões sabem que a informação mastigada é mais facilmente digerida.

 
At 09:50, Blogger soslayo said...

Desambientado, já há algum tempo atrás publiquei no meu Blog um artigo que se referia a esta temática. Esse documento foi-me facultado por um elemento da própria classe que trata destes problemas (prefiro não especificar). E, nele, dá-nos a dica que por detrás de tudo isto está a Industria Farmacêutica com uma mãozinha da OMS porque um laboratório qualquer fez uma investimento no Tamiflu e não teve a saída desejada para conseguirem o retorno do investimento então feito! Dito isto, anda as pessoas mais sensíveis apavoradas com o H5N1 e nem pode ver uma ave morta... Que entram logo em pânico e ai que Deus me ajude... Em todos os momentos morrem pessoas e todos os seres vivos! Então, porquê este descalabro? É, o dinheiro meu amigo, é o dinheiro!!! Um abraço. E já agora, já votei no blog que gosto muito de visitar, pelo facto de este apresentar sempre temas culturalmente ricos e daí estou esperando pela confirmação no meu e-mail.

 
At 09:53, Blogger Desambientado said...

Fátima Silva.

Quanto ao panorama que nos pintam, é quase sempre ficção científica.
Se a minha cadeira fosse guiada pelo meu pensamento, poderia ir até Marte, mas para isso precisaria controlar a minha pressão anterior, a minha respiração o meu balanço térmico, mas era certamente um feito....não sei se me entendes com este exemplo. É sempre se...., se e se.
Ninguém consegue provar que o se não se irá verificar...

Quanto aos lapsos, erros, etc, ninguém repara...

Quanto aos cães da Graciosa: Se eles atacam animais e pessoas, tem mesmo que ser abatidos, por lei. Espero que não transformem depois esse facto num circo de mau gosto, e também não sei qual será a alternativa. Alguém tem uma ideia?

 
At 09:55, Blogger Desambientado said...

Caiê.

Estamos cada vez mais assustados com a morte, porque temos cada vez mais capacidade para prolongar a vida.
Talvez seja isso que nos faz lidar com tudo com tantas cautelas....

 
At 11:29, Blogger Nilson Barcelli said...

Fui o 27º a votar.
Resumidamente, acho que o medo está mesmo a funcionar, inclusivé aqui...
Acho um exagero a campanha que os órgãos de informação estão a difundir. Já conhecia a hipótese de ser uma estratégia de quem vende o anti-vírus, mas não sei se já foi confirmada. A ser verdade é gravíssimo. Penso que nestas coisas do marketing e dos lobbies não vale tudo...
Fizeste uma excelente abordagem.
Abraço.

 
At 11:52, Blogger Jardineira aprendiz said...

OK, espero que tenhas razão, vamos ver o que acontece. Entretanto vou curar a minha actual, que é a que me está a dar trabalho :)
Boa semana!

 
At 16:03, Blogger Ruth Iara said...

Querido Félix!

Acabo de vir da Gazeta dos Blogueiros e dar meu voto para teu blog.
Faço minhas as tuas palavras nesta linda poesia. Há quem pense que o sentimento raiz que gera todos os problemas seja o medo. Pode ser...O fato é que o medo faz os problemas muito maiores.
A idéia absurda apresentada por um cientista de exterminar todos os pássaros da face da terra por causa da gripe aviária é cruel. Transfere-se para natureza idéias do antigo nazismo com suas tristes idéias frias de extermínio em massa. A que ponto chegamos! Sabemos, no entanto que nem só a razão pode explicar a vida, os acontecimentos e as situações inesperadas como o surgimento de novos virus.
Eu, particularmente não me alimento de nenhuma espécie de carne de animais, mas uso ovos de quando em vez para agregar a massas de pães e bolos. O ovo puro não me senta muito bem no estômago, mas como. Existe problema igual nas pessoas aqui do Rio Grande do Sul se alimentarem tanto de aves quanto de carne bovina. Acredito que qualquer carne possa trazer problemas, mas eu respeito a liberdade dos comensais da família e não tenho medo de servir-lhes qualquer tipo de carne se eles quiserem. A carne cozida não deve transmitir gripe aviária, mas comer a carne de um animal enfraquecido acredito que não deva ser salutar. Minhas idéias na família não são muito levadas a sério e tenho respeito pela liberdade dos meus meninos em fase de puberdade e pelas idéias alheias. Sou a única da família que é vegetariana, que não usa atualmente nenhuma alopatia e ainda por cima se mantém saudável apenas com a alimentação, alguns exercícios físicos e terapia floral. Até posso ter algum medo que a gripe aviária, mas não dos pássaros.

Beijos!
P.S. Como o Altíssimo não está concorrendo ao concurso, creio que tu vais ganhar o The Best.

 
At 17:37, Blogger Desambientado said...

Soslayo.

Estive a ler o teu post de Dezembro sobre a gripe das aves. Está muito bom, muito pertinente, muito incisivo. É isso mesmo meu amigo. Pura e simples hipocresia.
Desconhecia o teu post, mas é uma análise muito bem feita.

O dinheiro não pode valer tudo....

 
At 17:43, Blogger Desambientado said...

Nilson.

Basta ver o pânico das pessoas por este País fora, para percebermos que toda a gente ficou com pânico de aves. Isto é mais grave do que se pode pensar, porque mexe mesmo com a vida de muita gente.
Se houvesse prova de uma campanha intencional de "medo" dever-se-ia arrasar com qualquer uma dessas empresas.

 
At 17:43, Blogger Desambientado said...

Nilson

Obrigado pelo voto.

 
At 17:45, Blogger Desambientado said...

Jardineira Aprendiz.

Espero que recuperes rápido.
Tens febre alta (39ºC)? Se sim, é bom começar a pensar num antibiótico, porque pode ser a tal associação virus bactéria.

Votos de rápidas melhoras.

 
At 17:50, Blogger Desambientado said...

Olá Ruth.

Antes de mais muito obrigado pelo gesto bonito de votar no meu blog. Ontem também votei no teu. Já vi que posso votar num por dia.

Quanto à gripe das aves, essa ideia de eliminar os pássaros é a ideia mais absurda que alguém poderia ter.
Essa lógica do medo está afastando cada vez mais o homem da natureza e fechando-o numa gaiola ou numa redoma de vidro. Essa política de medo fragiliza cada vez mais o ser humano física e psicológicamente. caba por se virar por vezes o feitiço contra o feiticeiro.

Eu sou magro, se fosse vegetariano, ninguém me via, desaparecia por completo.
Tentei uma vez comer só macrobiótica, mas não funcionou muito bem comigo.

Beijinhos.

 
At 18:15, Blogger Cristina Mendonça said...

Oi! Já votei e... é um rapaz!

Quanto à gripe das aves, bem, há gente muito "idiota" que para conseguir fins não olham a meios...

 
At 18:17, Blogger Cristina Mendonça said...

Errata: onde se lê "olham" deve-se ler "olha". As minhas desculpas.

 
At 18:25, Blogger Desambientado said...

Olá Cristina MendonÇa.

Muitos parabéns, pelo menino.

Satisfeita?
E o pai?

 
At 21:10, Blogger Cruzeiro said...

Eu recebi esta informação ontem via mail, e quer queiramos ou não ela faz sentido, embora a ideia dela ser verdade seja repugnante, pois não se pode brincar com as pessoas desta forma...mas vindo de onde vem, tudo é possivel, até isto!
Até agora não modifiquei os meus habitos alimentares, ainda não vi motivo para o fazer.
Já fui contribuir com o meu voto, só deixa votar uma vez...mas amanha há mais! :)

 
At 22:14, Blogger Jardineira aprendiz said...

Obrigada Desambientado, não tenho febre alta, tenho é andado a abusar com maus tratos à saúde! Voltei aqui porque hoje fiquei a remoer de curiosidade acerca da tal gripe, onde se pode encontrar mais informação?

 
At 22:18, Blogger Jardineira aprendiz said...

Agora que li com mais atenção a tua resposta - antibióticos e outros medicamentos só em último caso, sou daquelas que tem a mania das medicinas alternativas! Mas obrigada pela atenção, claro! :)

 
At 22:42, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

"Gostei da frase " a humanidade continua firme: sem vergonha e sem propósitos". Será a humanidade, ou uns quantos epertalhaços?"

Pois... sei que sabes que não posso dar nomes aos burros!!!

Beijinhos querido!!!

 
At 02:04, Blogger antonior said...

Meu caro!
Obrigado pela tua visita. A demora das minhas respostas deve-se à fase caótica que estou a atravessar. Tem sido um quotidiano delirante, pena não ser pelo melhor.
Por isso os últimos posts têm trazido items do "Dicionário (não diário) do Diabo". É o único humor que tenho conseguido ter. Escurito, quase negro. Perguntaste, eu respondi.

Quanto ao terror como ferramenta ao serviço do poder económico. Pois, é mesmo assim, é uma instituição do Sistema. Essa coisa que se chama Marketing tem facções mais esotéricas, que trabalham na sombra. Sabem que o medo está no código genético da humanidade e que pode render dinheiro. É a parte da humanidade que pode a tirar partido da outra parte. Mas como os genes são iguais em todos, há sempre a possibilidade de um dia o feitiço....

 
At 10:14, Blogger Paulo J. Ribeiro said...

Não tenho outro contacto teu sem ser este, o meu mail é ilhéudonorte@sapo.pt, contacta-me para combinarmos a questão do filme.

Um abraço!

 
At 10:41, Blogger Desambientado said...

Cruzeiro.

Sem dúvida que a ser verdade é uma questão revoltante e deveria ser alvo de um boicote qualquer. Mas quem terá coragem para investigar como deve ser tal situação? As Nações Unidas?

Acho que temos todo o direito de julgar e agir, mas para isso precisamos informar-nos convenientemente.


Eu tenho colegas que alteraram os seus hábitos alimentares por causa disso.

Obrigado pelo voto.

 
At 10:47, Blogger Desambientado said...

Jardineira Aprendiz.

Se não tens febre alta, então não é a tal bactéria. Uma vez que tens tendência para as curas naturalistas, informo-te (não sei se já sabes) que o mel Açoriano, especialmente o da flor de incenso, tem propriedades antibióticas e como tal combate umas quantas infecções. Uma colherzinha de mel de manhã e à noite ajudará a curar infecções. Não sei é se o encontrarás à venda por aí. Neste momento esse mel está a ser estudado no tratamento de mamites das vacas, em alternativa aos antibióticos.
O alho crú, também é um excelente antibiótico como deves saber. A mistura, leite, mel e alho é muito poderosa no combate a infecções.
Já contei tudo o que sabia sobre antibióticos naturais. Pode ser que daqui a dias saiba mais alguma coisa, via Cristina Mendonça e Ana Vilela do blog Etnobotânica dos Açores.

Votos de Boas melhoras.

 
At 10:48, Blogger Desambientado said...

Lâmina d'água.

Nao é preciso dar nomes aos burros, para percebermos quem são.

 
At 10:52, Blogger Desambientado said...

Antonior

Espero que as coisas se estejam a inverter contigo, para o bom caminho. Todos passamos por períodos mais conturbados do que outros.

Quanto ao marketing pouco ético, um dia acabará. Pode-se enganar muita gente durante muito tempo, mas não se pode enganar toda a gente durante todo o tempo.

 
At 10:57, Blogger Desambientado said...

Paulo Ribeiro.


Já te escrevi para ilhéudonorte@sapo.pt, mas sem acento no ilhéu.

 
At 12:27, Blogger Cruzeiro said...

Caro Desambientado,
Mesmo que seja verdade, não me parece que alguém vá investigar seja o que for, pois isso poderia fazer rolar muitas cabeças importantes, e não me parece que mesmo as nações unidas queiram isso...
Acredito que tudo irá ficar por isto mesmo...desconfianças e só isso.
Já cumpri o meu dever civico. :)

 
At 12:48, Blogger Paulo said...

E tantos medos que nos apresentam...se todos ficassemos assustados...o munfo estaria pior do que o que está presentemente. Para quê?

 
At 13:56, Blogger Ana Pinheiro said...

Ás vezes acho que somos uns idiotas com uma pitada de loucura...
Há um aspecto muito importante que referes no teu post: "existe uma estratégia de medo que pretende potenciar o comércio internacional do Tamiflu." Muitas das doenças que edxistem hoje, são doenças criadas em laboratório, e na minha opinião, pela prórpia indústria farmaceutica.
Eu continuo a comer ovos, a comer carne de aves, não so de galinha, como de pato.
Acho importante que as pessoas sejam informadas, mas acho uma idiotice fazerem sensacionalismo.
Quanto ao medo...eu estou a aprender a não ter medo...Cada vez me sinto mais forte...Não que não tenha medo...continuo a ter...mas agora encaro de frente, não fujo, não tapo os olhos...ele não é mais forte que eu...
beijo com carinho.

 
At 17:30, Blogger Jardineira aprendiz said...

Obrigada Desambientado, ando-me a tratar com as tuas receitas, excepto o mel Açoriano de que não conhecia as qualidades! A tal bactéria era uma boa desculpa para não admitir que estou a ser demasiado sedentária e é por isso que nos últimos anos tenho apanhado tanta gripe. A nossa confortável vida de carro e ambientes aquecidos é bastante insana, o que se junta a tantas outras insanidades em que vivemos. Essa é uma das razões dos meus argumentos - 'eles' têm a vida tão facilitada com isso que nem precisariam de armar histórias, basta-lhes aproveitar o terreno fértil que 'nós' lhes proporcionamos.

Mas continuo com curiosidade em relação à tal bactéria/vírus (?) Não me queres dizer qual é?

 
At 19:00, Blogger Desambientado said...

Cruzeiro.

Ainda não me habituei ao teu novo visual.De qualquer modo fica-te bem.

Quanto a hipocresia e dinheiro, parece que uma icentiva à outra....


Obrigado pelo voto.

 
At 19:02, Blogger Desambientado said...

Fernão.

Parece que a vida humana se transformou num jogo de poder e dinheiro, ou dinheiro e poder.
Para quê? É uma boa pergunta.
O que sei é que todos nós gostariamos de ser ricos e cheios de saude, do que pobres e doentes.

 
At 19:06, Blogger Desambientado said...

Ana Pinheiro.

Minha amiga, todos nós temos medos que vamos ultrapassando. Não ter medos de nada pode ser uma completa inconsciência e ter medos infundados, poderá ser outra.
Por sermos seres racionais é que somos capazes de controlar medos infundados, com conhecimento e com razão.
Por vezes os medos são temporários, até que arranjemos forças suficientes para os combater.
Sem dúvida que saberás ultrapassar sempre os teus medos, mantendo constante a dose certa de adrenalina.

 
At 19:18, Blogger Desambientado said...

Jardineira Aprendiz.

Espero que te estejas a curar com as mezinhas que certamente já conhecias.

Quanto à bactéria, tornei a indagar sobre o que se tratava com uma amiga analista e a única coisa que ela me sabe dizer é que é uma bactéria atípica e não específica.
Moral da História, digo-te eu, quando a conversa é essa é porque não se sabe do que se trata, provavelmente ainda é alguma coisa que não se conhece bem.
Essa bactéria não me parece ser preocupante. Os meus dois filhos já tiveram essa gripe/virose e em três dias com antibiótico passou-lhes. Sem antibiótico, é capaz de levar mais um bocadinho e dependerá obviamente das defesas de cada um.

 
At 21:31, Blogger maat said...

Amigo, foi uma pesquisa notavelmente ilustrada. Muito obrigada.(estive fora)
Já tenho saudades de ler mais edições suas.
Já votei.


Beijinhos,

***maat

 
At 08:48, Blogger Jardineira aprendiz said...

Obrigada Desambientado, realmente estes bichinhos não são fáceis de conhecer, são pequeninos! O que me aguçou a curiosidade foi a possível associação vírus-bactéria.
Talvez as crianças sejam mais susceptíveis e seja isso que chamou a atenção dos médicos.

As mezinhas também são um mundo fascinante, davam assunto para um blog, ou melhor para um fórum porque em todo o lado há delas diferentes! Infelizmente não sei muito sobre isso. Já espreitei o 'Etnobotânica dos Açores' mas tem estado um bocadito parado.
É bom que as pessoas se vão interessando, porque muita coisa se vai perdendo com a morte dos mais velhos, que as utilizavam mais.

 
At 09:53, Blogger Cruzeiro said...

Desambientado,
Volta não volta, convém mudar o visual, para não cansar...:)
O visual anterior, por ser uma imagem animada alojada no sapo, volta não volta dava problemas, então optei por retirar. :)
Agora vou ali às urnas! :)

 
At 09:55, Blogger Cruzeiro said...

Ops...já acabou a votação?

 
At 10:39, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

1 beijo!!!
ò,ó

 
At 11:00, Blogger Desambientado said...

Maat.

Não tem nada que agradecer. Eu é que tenho que agradecer a chamada de atenção, para uma questão extremamente pertinente.

obrigado pelo voto.

 
At 11:28, Blogger Gazeta dos Blogueiros said...

Parabens!
Seu blog acaba de ganhar o troféu The Best da gazeta dos blogueiros, Varios premios seu blog tera direito como um template personalisado um email (seunome@blogueiros.com) mais o link do seu blog por um mes exposto na pagina principal da gazeta.
Mais uma vez parabens pelo excelente trabalho.
Equipe GB

 
At 12:04, Blogger Águas da Vida said...

Nao poderia deixar de parabeniza-lo pelo merecido premio da gazeta, mais que justo. Excelente quarta-feira e nao esquece na hora que for chamado para entrega do oscar agradecer seus pais, tios, etc...aquelas coisas que se diz ao ganhar um premio, (risos) brincadeira amigo. na verdade quando recebo um premio da gazeta que por sinal é o segundo the best sinto-me como uma atriz de hollywood recebendo um oscar, sera pretensao? (mais risos)
Big Kiss

 
At 12:10, Blogger Desambientado said...

Jardineira Aprendiz.

Se souber alguma coisa sobre isso, pode crer que lhe comunicarei. Até lá resta-me desejar-lhe rápidas melhoras.

Um beijinho, desde que não me pegue o virus.

 
At 12:13, Blogger Desambientado said...

Cruzeiro.

Eu mudo de visual em todos os posts. Assim quando as imagens começam a dar problemas, já eu estou noutra.

Quanto à votação obrigado pelos votos, mas já acabou. Fiquei em segundo lugar, mas fui eleito um dos The Best na mesma, eram eleitos os primeiros cinco.

Obrigado pela atenção colocada nessa eleição.

 
At 12:14, Blogger Desambientado said...

Cristina (Lâmina)

Outro beijinho, e um dia em cheio para ti.


Félix

 
At 12:17, Blogger a lice said...

Sempre existiram vírus, não havia era fotografias tão bonitas deles, como as que constam do teu blog!:)

Abraço!

 
At 12:18, Blogger Desambientado said...

Sissi.


Agradeço-lhe imenso a atribuição desse galardão.

Quero também deixar aqui expresso o meu agradecimento a todos amigos e amigas que votaram neste blog. A todos o meu muitoobrigado.

 
At 12:21, Blogger Desambientado said...

Aguas da Vida.

Obrigado pela mensagem simpática.
Também gosto muito do seu trabalho e foi um enorme prazer tê-la como concorrente. Estes gestos bonitos, fazem-nos perceber que este mundo é muito melhor do que o mundo real em muitos aspectos.

Um beijinho.

 
At 12:22, Blogger Desambientado said...

A lice.

Isso tens razão. Pena é que coisas tão bonitinhas sejam tão mazinhas.

Um beijinho.

 
At 12:31, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Vim aqui para te dizer que o Nuno deixou recados para mim lá na janela dele e eu não tenho como mandar nada para ele a respeito do assunto... Se puderes e isso não te ocupar muito tempo, escreva para ele e envie ao menos aquele boneco de projeto que te eniei para dares uma olhada, para que ao menos ele se situe diante das tentativas...

Obrigada querido!!!
Beijo!!!
ò,ó

 
At 12:45, Anonymous Angel said...

src="http://www.samara_angel.blogger.com.br/angel.gif">
to tentando colocar imagem aqui ,mas nao sei se vai sair,se souber me fala ,beijos
oi que interessante seu blog ,adorei,posso te linkar?,te ofereço meu selo com muito carinho,e parabens pelo premio The Best ,bem merecido,grande abraço ,bjssssss

 
At 12:52, Anonymous ilhas said...

mais um bom post , aliás como vc já nos acostumou. Patabéns pelo destaque na G.B., abraços

 
At 13:15, Anonymous Rosa Maria said...

Olá Parabesns pelo premio The Best
Teu espaço muito bom
Beijos carinhosos

 
At 13:35, Anonymous Cidinha said...

Realmente é preoculpante, fico com medo nem gosto de pensar, mais é preciso porque temos que nos precaver.
um forte abraço.
corrente

 
At 14:26, Blogger sa.ra said...

Sinceramente nada disto me espanta!

é com o medo e através dele que se mantem esta paz social podre e os negócios hiper lucrativos, forazes ... instiga-se, levanta-se o Medo: medo de perder o emprego, medo de perder a casa, medo de perder a possibilidade de ser... medo de perder a "tal" oportunidade, medo medo de perder a saúde, medo perder a Vida!

faz-se de forma velda, como quem está apenas a avisar... e "quem avisa amigo é..."

enfim...
é tempo de perder o medo de perder... porque não há nada a perder, nem a ganhar... a Vida não é um concurso!
Não alinho, é só o que tenho a dizer!(já disse isto noutro blog, mas insisto)

Não alinho nesse medo que escraviza, que mina e ensombra apenas para manipular!
Não alinho!

Posso estar a ser muit violenta a dizer isto:
Acho terível que se esteja a passar isto no mundo das Aves, das Aves...
mas, o que o homem tem feito às aves, tal como fez e faz por exemplo às vacas... Criar animais como quem fabrica parafusos, nada mais nada menos do que criar maços de notas... atropelar a Natureza, violentá-la, agredi-la, escravisá-la... A Aves respondem, as vacas (loucas) também, e tantos outros - ESTAMOS DOENTES! PAREM DE NOS TRATAR ASSIM! DE NOS NEGOCIAR ASSIM; DE NOS COMER ASSIM!

Nem à custa das consequências nefastas criadas pela ganância, a ganância aprende... alia-se ao Medo... para fazer Terrorismo!

Diga-se a Verdade!
diga-se a verdade... a verdadeira paz social é feita com verdade!

beijos
um dia feliz

 
At 15:00, Blogger melena said...

mto bom o post.

se bem me lembro, o famoso bug do ano 2000, obrigou mto "medroso" a comprar computador novo.

chegados ao momento da verdade nao me lembro de nenhum desastre.

quanto ao H5N1, mesmo os mais leigos têm a noção que a industria farmacêutica é uma das mais poderosas e misteriosas do mundo.

um abraço e continue com o excelente trabalho

 
At 15:37, Anonymous Anónimo said...

Que Deus possa iluminar tua caminhada e os teus propósitos. vim te dar os parabens pelo the best ,vc merece, fica com Deus.

 
At 15:38, Anonymous neidemel said...

Que Deus possa iluminar tua caminhada e os teus propósitos.
vim te dar os parabens pelo the best vc merece, fica com Deus.

 
At 15:49, Blogger Ruth Iara said...

Meus parabéns pelo prêmio "The best", querido amigo! Com este seu prêmio a sensibilização ecológica das pessoas ganhará mais viço e força. Felicidades pelo seu prêmio. Continue assim como você é!

Grande abraço!

 
At 16:44, Blogger Afonso said...

Tenho de dizer que me sinto preocupado. Mas sei que não é muito perigoso. Vamos ver no que tudo isto vai dar.

 
At 17:24, Blogger sa.ra said...

acabo de perceber que ganhaste o prémio "best"...
nem imaginava que havia concursos destes... também o descobri aqui (porque fui votar... eheheheh)!

De resto, tudo o resto que descobri aqui é muito mais importante ... a razão pela qual talvez tenhas ganho essa distinção!

Este lugar, o trabalho que aqui está, é muito, muito meritório. tem beleza, sensibilidade, inteligência, dedicação, amor, amizade, diálogo, partilha... tem tanto!!!!
muitos parabéns!
um grande abraço,
dia feliz!

 
At 21:46, Blogger Desambientado said...

Cristina (Lâmina d'Água).

Quantos aos documentos que referes, apaguei-os do meu computador, porque pensei que era algo sigiloso. Li-os, adorei, e apaguei. Por isso não os posso reenviar para o Nuno.

Queres que lhe diga algo mais.


Beijinhos.

Félix

 
At 21:49, Blogger Desambientado said...

Angel.

Já lhe fiz uma visita e gostei do seu blog. Claro que você me pode linkar. Pode crer que vou fazer o mesmo com o seu blog.
Quando terminar os comentários aqui e os do outro post farei a colagem.

Volte sempre que lhe apetecer.

Beijinhos.

 
At 21:50, Blogger Desambientado said...

Luis (ilhas).

Caro amigo.
Obrigado pelo apoio sempre amigo e simpático.

 
At 21:51, Blogger Desambientado said...

Rosa Maria.

Também já estive no seu espaço e gostei. tenho que me inscrever nesse sistema para também puder deixar lá comentários.

Muito obrigado pela visita.

 
At 21:54, Blogger Desambientado said...

Olá Cidinha.

Muito obrigado pela visita. Fui espreitar o seu blog. É um espaço muito simpático.

Quanto a ter medo do H5N1, não tenha. Será bom pensar assim:
-Se algo de mal acontecer, basta sofrer durante os acontecimentos, não serve de nada preocuparmo-nos antes, durante e depois.
No entanto, eu não acredito que as coisas se possam descontrolar por aí.

Gostei de a ter por aqui.

 
At 21:59, Blogger Desambientado said...

Sa.ra

Quanta revolta se vê nas suas palavras, palavras essas que não saíram ao acaso,saíram pensadas, sentidas, revoltadas.
O seu comentário é um autêntico post, é um autêntico grito de revolta contra a hipocresia, contra a ganância e a falta de vergonha.

Apoio-a em quase tudo, se a entendi correctamente, e julgo que sim.

 
At 22:01, Blogger Desambientado said...

Emanuel (Melena).

Houve campanhas muito bem sucedidas:

-A primeira Guerra do Golfo para aumentar o preço do petróleo;
-A segunda Guerra do Golfo, pela mesma razão,

E tantas outras que só saberemos quando os ficheiros forem desclassificados.

Muito obrigado.

Um abraço.

 
At 22:02, Blogger Desambientado said...

Anómino

Muito obrigado pelo simpático cumprimento e saudação.

Volte sempre que lhe apetecer.

 
At 22:03, Blogger Desambientado said...

Neidemel

A mensagem anterior é para si. Só agora é que me apercebi que era a mesma pessoa.

 
At 22:05, Blogger Desambientado said...

Oi Ruth.

A sua é das felecitações mais agradaveis de receber. Comunico consigo quase desde o início deste blog. Sinto-te como se fosses da casa.

Muito obrigado.

Beijinhos.

 
At 22:08, Blogger Desambientado said...

Afonso.

Aplica-se aqui a mesma máxima que referi no comentário da Cidinha:

Não vale a pena preocuparmo-nos antes, durante e depois, se algo correr para o torto,e se não tivermos tido capacidade para resolver.
Há que viver muito bem cada dia.

 
At 22:10, Blogger Desambientado said...

Sa.ra

Também não sabia que havia concursos destes, até que uma amiga, ilustre desconhecia na realidade, me inscreveu. Isto é bonito.

Quanto às razões que evocas, para o prémio, deicham-me encabulado. É muito simpático da tua parte, mas acredita que quase tudo se deve à qualidade dos comentários que aqui me deixam.

Beijinhos.

 
At 10:11, Blogger sa.ra said...

Sabes o que o que me revolta redunda em tristeza... e tento, tento senti-lo com um coração compassivo...porque tudo isto é ignorância - não falta de conhecimento empírico, mas deconhecimentos da Natureza... é como ver por um tubo apertado... vê-se tão pouco.

O ser humano comporta-se como certos parasitas - o seu sucesso decorre de alimentar-se dos recusos do seu hospedeiro... por mais "inteligente" que seja o Vírus da sida, por exemplo... alimentar-se, reproduzir-se ou vencer o seu hospedeira, significa condenar-se a si próprio... A sua vida de pende dele... e é essa parte que ele não entende... vê-se apenas a si, no imediato, numa sede absurda de tomar Posse!

e, isto, passa-se no comportamanto humano... é um sinal de profunda ignorância... e é muito, muito, muito triste... porque é contrária ao sentido da vida e ao objevtivo de vivê-la... Estamos cá para criar, parar participar desta Maravilha - somos seres previligiados, testemunhmos um Universo fabuloso e temos consciência de que somos inteligentes, capazes - temos consciência da nossa consciência!

Isso deveria elevar-nos acima da condição meros parasitas deste mundo abundante!
É tristeza... às vizes fico desolado e choro... não sou uma pessoa que chore facilmente... mas às vezes acontece... quando vejo homens a torturar outros homens, aminais, o planeta... é tristeza!

Mas não estou a aqui para acabar com isso! estou a aqui para fazer difrente, para começar!
A minha "missão" é criar... portanto, só me afasto e rejeito o que não concorda comigo!
De resto, sigo o meu caminho... sem destruir o que está feito, tento fazer um mundo diferente... o meu pequeno mundo!

Desculpa este longo post...
é um previlégio andar cá como pessoas como tu!
obrigada!
beijos
um dia muito, muito feliz!

 
At 10:53, Blogger Desambientado said...

Sa.ra


Essa imagem do parasita é muito poderosa, e de facto tem sido esse o comportamento da humanidade.

Não te preocupes com os comentários longos, especialmente se eles forem excelentes como este.

Desculpa só agora te ter comentado, mas não me apercebi, de tão entretido que andava comentando no post posterior a este.

 
At 11:46, Blogger Biranta said...

Para mais informações sobre o tema, sugiro que acedam a http://sociocracia.blogspot.com

 
At 23:00, Blogger Desambientado said...

Biranta.

Obrigado pela visita. Apareça sempre que lhe apetecer.

 
At 20:56, Anonymous Anónimo said...

Well done!
[url=http://pgkgwvum.com/amcs/ujfp.html]My homepage[/url] | [url=http://ovansqjb.com/xbqz/nuto.html]Cool site[/url]

 
At 20:56, Anonymous Anónimo said...

Good design!
My homepage | Please visit

 
At 20:57, Anonymous Anónimo said...

Good design!
http://pgkgwvum.com/amcs/ujfp.html | http://mhmkxqsk.com/ktrg/emgh.html

 

Enviar um comentário

<< Home