Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Anterior Lista Aleatório Junte-se a nós! Próximo

2006-01-30

O que é para nós Açorianos, uma baleia.

O post anterior, andou da direita para a esquerda neste meu blog e eu nunca soube exactamente onde o colocar, ou como estabelecer as ligações correctas. Tive 7 dias sem postes novos, tal como era estipulado no acordo da "Vergonha da Humanidade".

Apesar de concordar na integra com a campanha, acho que ainda não disse tudo sobre as baleias, especialmente as da minha terra, e resolvi continuar com este novo post a Campanha anterior, com outra lógica, explicando o que é uma baleia para um açoriano e porque razão ele a defende.
Peço-lhe que adira à Campanha do post seguinte, se ainda não o fez.
.
O que é para nós Açorianos, uma baleia.
.
- Baleia à vista.
- Baleia à vista. Gritava o Vigia da Baleia do seu posto, numa das muitas Vilas piscatórias Açorianas quando avistava, à vista desarmada, aquilo que lhe parecia ser o repuxo de um cachalote próximo de terra.
O Vigia da Baleia tinha uma janela privilegiada sobre o Atlântico. Cabia-lhe observar e descortinar todo e qualquer movimento naquele quadrante de mar, onde catava diariamente o pão para as suas gentes. Da sua visão dependia a sobrevivência de famílias inteiras, que as ilhas não conseguiam alimentar.
Nessas ilhas, os Invernos eram húmidos e frios, as plantas endémicas, embora bonitas, não serviam para comer, e a agricultura não se praticava porque parecia que a chuva constante daria para encher outro mundo de água, como acontecera nos tempos bíblicos de Noé.
Madeira seca não existia nas ilhas para aquecer os pobres mesmo em vésperas de Natal, e as dificuldades eram tantas, que até os mais crentes acreditavam que Deus se tinha esquecido deste “Cantinho do Céu”.
Uma baleia era o sustento de toda uma Vila.
.
.
A carne era salgada, para nos garantir o alento e o sustento nos períodos mais difíceis. A gordura de baleia era o petróleo dos ilhéus perdidos do mundo, era a luz dos nossos olhos ao anoitecer.
Vivíamos simplesmente assim.
Nesta terra, nunca se apanhou mais do que uma dúzia de baleias por ano. A baleia foi sempre a amiga que nos permitiu que aqui ficássemos e com a sua vida nos permitiu que nos alimentássemos.
Os homens desta terra quando ouviam “Baleia à Vista”, “Baleia à Vista”, mergulhavam num bote a remos, deslizavam por vezes nas águas tumultuosas do Atlântico, como quem dança “balet” sobre um silvado bravo, para medir e avaliar o cachalote que da sua ilha se quisera aproximar, como que para oferecer-se em sacrifício. O dilema automaticamente surgia: É grande ou pequena? Apanhamo-la ou não?
Nesse tempo, algum tempo antes da canção do Roberto Carlos, havia muitas baleias a cruzar os Oceanos. Para nós só algumas interessavam: as maduras.
.
Hoje em dia, arrojam à costa das nossas ilhas quase tantas baleias como aquelas que caçávamos. Deixámo-las de comer, porque fomos considerados assassinos de baleias, e passámos então a autopsiá-las. Esta nova função de médico legista, investigador e cangalheiro, é mais bem vista aos olhos do mundo. Podemos afirmar que não há arrojo, nem vontade que se entenda, para que as baleias se atirem contra as nossas rochas. Continuamos sem perceber porque razão o fazem. Entristecemo-nos quando as nossas amigas baleias se arrojam contra a costa. Investigamos porque se suicidam as baleias. Não as matamos para as investigar.
Antes de sermos apelidados de assassinos de baleias, por gentes dos mares do Norte que caçavam centenas delas por dia, até os dentes e os ossos lhes guardávamos. Pintávamo-los, não como trofeu, mas como endeusamento da sua espécie.
.
Gravávamo-nos conjuntamente com a baleia e a ilha, porque sentíamos que estávamos todos juntos nessa grande encruzilhada da vida. Por vezes a baleia era muito maior do que a ilha, porque possuía um maior coração: "ofertava-se". Conhecíamos tão bem o seu corpo, tal como conhecemos os das nossas mulheres ou dos filhos que criamos.
.
Por isso confundimo-la, e fundimo-la com o símbolo da nossa Região:
.
Por mais que nos copiem os hábitos, só aqui nesta terra, faz sentido desenhar touros nos dentes de baleias. Só aqui faz sentido preservar a fauna e a flora nos dentes das baleias.
Hoje, já não se morre se não se comer carne de baleia, mas a baleia mesmo assim continua a alimentar-nos, a carne e o espírito.
O Vigia da Baleia já tem binóculos para ver melhor o seu quadrante do Atlântico.
.
O Vigia da Baleia já não grita: “Baleia à Vista”, “Baleia à Vista”.
O Vigia da Baleia marca no seu telemóvel o número da Agência de Wale Watching e espera que o atendam:
- Sim, tá lá? Daqui o Vigia da Baleia. É para informar que a três léguas da Costa, na direcção da Ponta da Rocha do Morião se encontra uma família de baleias. Têm que se apressar.
Os novos baleeiros deslizam para os botes que mergulham estrondosamente nas águas, numa busca psicótica da família das baleias detectada.
.
Os novos baleeiros, vêm da Costa Leste dos Estados Unidos, do Canadá, dos Países Nórdicos, do Japão, e outros que tais, trazendo nos bolsos ainda réstias da herança deixada pelos seus pais e avós, também eles baleeiros profissionais de outras paragens, com outras armas que aqui nunca tivemos. Talvez seja por isso que os cachalotes aqui se refugiaram. Para fugir deles. Mas eles, voltaram. Agora são pacíficos. Esperamos que assim se mantenham, porque quanto a nós, sendo tão poucos, só teremos boa vontade para as defender.
A baleia foi a amiga que nos deu a sua vida para nos alimentar.
A baleia é a amiga que investe no turismo desta região.
Aqui, se calhar, olhamos de forma diferente para as baleias: nunca foi um recurso, foi sempre uma amiga, mesmo quando não tínhamos outra solução senão comê-la.
.
Félix Rodrigues
O que é para ti uma baleia?
Nota- Mais uma vez as magníficas fotos das baleias açorians foram gentilmente cedidas pelo fotógrafo da natureza João Quaresma, a quem agradeço a colaboração.
Esta temática foi sugerida pela amiga Teresa Faria.

Qual a frase a ser colocada debaixo de um logotipo de protecção às baleias (sugestão da Azoriana)?
"Estamos contigo, Amiga Baleia!" - Azoriana
"Baleia à vista é amiga reencontrada" - Félix
"Baleias...toneladas de vida!" - Ana Isabel
COMUNIKAÇÃO
.
Ah ,não me tragam jornais !
nem discursos nem notícias !
nem ciências d’empilhar astros !
Sou filha de todo o mundo
e escrevo versos de rastos !
----------------------------------
E do Espaço comuniko ,
no Espaço digo a meu Pai :
.
Tempo nublado no Mundo !
Buenos Aires ,
nenhuma Consolação
Rio ,
1992 , Mar de Junho ,
Nova Iorque ,
Ladrão .
Europa!
Sábado!
Domingo !
A Grande e Monumental Prisão~
no almofariz-atómico da Terra!
No Espaço comuniko :
digo pobre ,
digo rico ,
a calça negra do PIB
o quarko IP : ou seja :
o índice de Poluição ,
o Buraco-Negro ,
a crise do Relâmpago ,
a chuva na Jugoslávia ,
IELTSIN ,
os sete países mais ricos ,
milhares de hectares produzidos
por novos escravos
em novo estilo marquês-de-sade ,
projectado em iates ,
onde cromossomas azuis de fino trato
são exportados diariamente
para a Produção
para a Perfeição-Extrema-do-Corpo ,
para todas as Ideologias de Conforto ,
para os eclipses ,
para o Morto ,
para a Notre-Dame-da-Vida ,
para o Catolicismo-do-Ozono ,
para a Comunicabilidade diária ,
para o Esgoto .
para quem sabe no governo traficar
um Kilo de Cocaína ,
um metro de papoilas ,
um carro ,
uma camioneta de moscas ,
um camião de políticos ,
doze facadas ,
embriões humanos in vitro ,
uma colecção de narcóticos ,
um tubo de ensaio de Baleias ,
homens e mulheres irreconhecíveis
e ainda
um museu de Presos trucidados
enquanto uma Laranja adormecida
se penteava .
tudo isto participa
dum meti-cu-lo-sí-ssimo Plano !
tudo isto é o Grande Circo da Propriedade Humana !
tudo isto funciona como um Carnaval avariado
pela Esfinge do Caos ,
pelo código das Esculturas da Noite
que em nome da Santa-Fome
em nome de todo o globo ,
vão construindo
milhões de dormitórios para não-haver-sono ,
supermercados para o Consumidor ,
hipermercados para o Hiperconsumidor ,
cartões de Crédito para o Devedor,
Sistemas telefónicos internos
Para
CO
MU-
NIKAR nenhum fogo
avenidas –sem-ruído para não-ser amor
professores para o não-pensador ,
computadores
para CO
MUNI-
KAR
.
e no centro do globo ,
a Consciência
Cósmica sem ter um lugar !
.
E ainda ,
num raio de 70 metros aproximadamente
todas as ruas arborizadas milimetricamente
com moscas voadoras,
árvores de plástico,
varejeiras,
flores,
e
as montanhas
não vão aumentar de preço !
.
a cada mugido de uma vaca
é logo separada a Cria !
.
e tudo isto ,
pela cor-verde-mar
dos pecados de Roma
e
das Flores putrefactas .
Tudo isto como um jogo de Deus e do Diabo
num supermercado vazio !
Tudo isto porque Adão e Eva
não conhecem a Poesia de Vanguarda !
.
Em minha opinião
os Donos do Mundo e os seus Revendedores
alcançaram a graça recebida
pelo espírito do Lodo
no plano astral da Vida .
.
mas eu digo :
Nós não somos Gado !
Nós somos Criadores !
e por tal motivo ,
em vez de Pássaros e Ruídos ,
traremos para a Conferência do Mundo
o chão varrido pelos lábios destes Senhores ,
e em nome do Cosmos ,
em nome da essência do Homem ,
da nova Atlântida do mundo ,
semearemos acácias
no
ventre dos meninos !
.
Folhearemos mais tarde
o
Álbum da Terra
e
os cinco continentes de ouro
serão
to-
dos
UM !

Links interessantes:

Na Madeira também se caçaram baleias para sustento (Informação recolhida por Nanda).

Uma bofetada sem mão - Face oculta

Os Açores vistos em Under World

TopFive - Green Peace

Baleeiros em terra

Projecto Baleia Franca - Brasil

112 Comments:

At 22:40, Blogger JSilvio said...

:S

 
At 22:56, Anonymous Fátima said...

A campanha S.O.S BALEIAS completa amanhã sete dias no ar e contamos com mais de 70 blogs inscritos.
O MUNDO ANIMAL, lança hoje um desafio:COMPLETAR 100 INSCRIÇÕES ATÉ AMANHÃ.

Para isso convida todos a contribuir trazendo a lista de adesões que conseguir.
VÁ A LUTA , CONVENÇA SEUS AMIGOS E TRAGA OS NOVOS LINKS!
VAMOS FAZER ESSA CAMPANHA CORRER O MUNDO!
PARTICIPE E FAÇA A DIFERENÇA!

 
At 23:08, Anonymous Anónimo said...

Vai merecer referência aqui no Ondas. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

 
At 23:42, Blogger Bitta said...

Desambientado... este teu blog é fenomenal, estás lá fora mas sempre de olho cá dentro! Falas dos problemas do Mundo, dás o tua mão para a sua resolução e voltas à tua Terra, às tuas tradições...

PARABÉNS!

 
At 23:56, Blogger vidal said...

OLÁ!
Estava eu aqui a magicar uma maneira de ligar a Vigia da Baleia do Cabo do Raminho a esta guerrilha...e eis que numa paragem por este blog descobri um observatório que foi construído não só para observar os cetáceos (que aliás até pensei já em desenhar em mobile para dependurar lá) mas para nos fazer pensar e inaltecer esses nossos amigos.
Continua sempre à frente e muito bem!
Tenho dito
Abraços
Eva

 
At 01:25, Blogger Caiê said...

Para a maior parte dos meus familiares, a baleia significava sustento, sim. Por isso, acho que todo o tipo de info deve, tal como fez, incluir essa parte da nossa histórica. Não andámos a dar tiros ambientais. Era uma forma de vida tão comum como envergar o fato e ir para o escritório, hoje em dia.

 
At 01:50, Anonymous Fátima said...

A campanha S.O.S BALEIAS completa amanhã sete dias no ar e contamos com mais de 70 blogs inscritos.
O MUNDO ANIMAL, lança hoje um desafio:COMPLETAR 100 INSCRIÇÕES ATÉ AMANHÃ.

Para isso convida todos a contribuir trazendo a lista de adesões que conseguir.
VÁ A LUTA , CONVENÇA SEUS AMIGOS E TRAGA OS NOVOS LINKS!
VAMOS FAZER ESSA CAMPANHA CORRER O MUNDO!
PARTICIPE E FAÇA A DIFERENÇA!

 
At 09:27, Blogger deep said...

Bom dia. As coisas interessantes que se aprendem neste blog! Nunca tinha pensado nas baleias como sustento... palermice minha.

 
At 10:00, Blogger Desambientado said...

Maxikeiro.

Seja bem vindo a este lado virtual do Atlântico.
Um abraço para Machico.

 
At 10:00, Blogger Desambientado said...

Fátima.

Parabéns pela garra e energia.

 
At 10:01, Blogger Desambientado said...

Octávio.


Um abraço e continuação de excelente trabalho.

 
At 10:03, Blogger Desambientado said...

Bitta.

Obrigado pelas tuas palavras sempre atenciosas, sempre incentivadoras....São pessoas, simpáticas e atenciosas como tu que me fazem perder algum do meu tempo a blogar.

Um beijinho.

 
At 10:06, Blogger Desambientado said...

Eva.

Que simpática.
Tens imagem da Vigia da baleia do Raminho? Seria muito interessante ligar isso à história natural do Raminho. O que é uma Baleia para um Ramirense? (É assim que se chamam os habitantes do Raminho?)

Um beijinho

 
At 10:15, Blogger Desambientado said...

Caiê.

Seja bem vinda. Obrigado pela sua opinião.

Gostei de conhecer o seu blog.
Volte sempre.

 
At 10:28, Anonymous mae said...

Passei para deixar uma msg de carinho para quem se procupa com o meio ambiente, neste caso as baleias. São "animaizinhos" que merecem a nossa atenção, para que não desaparecem do planeta, já tanta coisa está em perigo...
Um abraço,

 
At 10:33, Blogger Desambientado said...

Deep.

Não é palermice sua, não senhora! O que precisamos é comunikar, para percebermos diversos pontos de vista.

Bom dia para si também.

 
At 10:34, Blogger Desambientado said...

Mãe.

Obrigado pelas suas mensagens, sempre carinhosas.
Eu agradeço-lhe tanto como as baleias.

 
At 10:44, Anonymous Fátima said...

Obrigada, mas nada disso seria possivel sem o apoio de pessoas como você. Percebi que está reunindo amigos e conseguindo muitas adesões. Eu te agradeço e te digo que não pretendo parar..sonho que nosso protesto vai ser ouvido pelos responsáveis pela matança. Estamos enviando muitas carta de protesto.
Você precisa conhecer e criadora da campanha e da idéia de PARCERIA no post . Minha amiga e grande guerreira MAR do blog AME A NATUREZA ( http://ameanatureza.blogs.sapo.pt).
Se puder me mantenha atualizada sobre novas adesões.
Um abraço

 
At 10:54, Blogger Desambientado said...

Fátima.

Farei isso que me pedes, com muito gosto.
A Mar já passou por aqui. Vi o entusiasmo dela...é bem notório.

 
At 11:36, Blogger melena said...

Não sou velho, mas sei que os mais novos que eu não têm a mínima noção de que já fomos baleiros.

O "ser açoriano" está a perder-se juntamente com a nossa tradição e nossa história.

 
At 11:40, Blogger Nanda said...

À semelhança dos Açores, na Madeira também se dedicaram á caça á baleia, pelos mesmos motivos.
Neste momento temos o Museu da Baleia.
Deixo aqui o link,
http://www.cetaceos-madeira.com/

 
At 12:05, Blogger Desambientado said...

Emanuel (Melena).

Também não me considero velho, apesar de ser mais velho do que você, mas já não me lembro de nada da caça à baleia. As únicas histórias da caça à baleia que sei, são as que ouvia da minha avó, as que ouvi ainda o ano passado nas Lajes do Pico e uma ou outra coisinha que vou lendo por aí.
A história e a cultura fazem-se com certezas e incertezas, virtudes e erros. Temos que saber respeitar os nossos antepassados e a nossa cultura, para sermos respeitados.Temos que procurar aquilo que nos aproxima, mais do que aquilo que nos separa. Essa minha última observação, não é mais do que a verdade do Monsieur de la Palice.

 
At 12:14, Blogger Desambientado said...

Nanda.

Obrigado pela informação. Pensei que na Madeira não tivesse havido tal actividade. Gostei de saber.

 
At 15:02, Blogger Alma de Poeta said...

Sem dúvida tão bem escrito como sentido. Um depoimento que merecia certamente destaque numa boa revista. É de facto a baleia açoriana como o amigo resolveu chamar-lhe. A vida insular com as suas dificuldades em tempos idos, fazia da baleia o sustento de muitas ilha.
Vou passar ao sidónio bettencourt o teu endereço. Ele um grande amigo das baleias e dos baleeiros certamente entenderá melhor do que muitos o valor do que aqui está escrito.
Parabéns pela partilha de lembranças, emoções e vivências, que já vão caindo no esquecimento de algumas pessoas, mesmo açorianas.
Deixo um beijo

 
At 15:22, Blogger Desambientado said...

Alma de Poeta.

Muito obrigado pela visita e comentário elogioso. É uma honra vê-la por aqui.

Um beijinho:

Félix

 
At 15:25, Anonymous hugo said...

Amigo,

só para informar que comentei no blog dos activistas da Greenpeace que estiveram na Antartica defendendo as baleias, a aderência de todos nós à campanha.
Acho que tambem é uma forma de demontrar que eles não estão sozinhos. E as baleias tambem não.

weblog.greenpeace.org/oceandefenders/

Grande Abraço.

 
At 15:51, Blogger Desambientado said...

Hugo.

Acho que foi uma boa decisão a tua. As pessoas do Green Peace necessitam de ser acarinhadas e por vezes esses pequenos gestos ajudam a suportar o trabalho árduo e psicológicamente difícil.


Um abraço.

 
At 16:17, Blogger Ana Isabel Godinho said...

A caça à baleia, quando era para a sobrevivência humana, como o foi nos Açores, era praticada em zonas próximas da costa, sendo utilizados lanças e arpões atesanais, a partir de pequenas e frágeis embarcações...era quase uma luta de igual para igual...e por vezes era o Homem quem perdia!
Actualmente esta caça, é efectuada por grandes navios, que podem permanecer no mar durante meses e armazenar um enorme número de carcaças de baleias. Como se não fosse suficiente e para tornar a caça mais eficaz, foram apetrechados com “canhões” capazes de arremessar um arpão explosivo, com precisão a uma longa distância...é uma luta desigual, na qual o animal não tem qualquer hipótese de defesa! E só para satisfazer a gula de alguns, pois da baleia actuamente apenas é aproveitada alguma da carne, que é servida como iguaria excepcional em restaurantes de luxo!

Ana Isabel

 
At 17:27, Blogger Desambientado said...

Ana Isabel.

Creio que o contexto ajuda a precisar uma acção. O contexto ajuda a fortalecer uma posição.
Sem qualquer contrapartida financeira, os açorianos aceitaram, sem grande controvérsia a proibição da Caça à baleia. Cumpriram.

Teriam cumprido se dela dependesse a sua vida?
O mar açoriano está povoado de baleias, com um preço enorme no mercado japonês. Não arranjamos argumentos falsos para caçá-las, porque esta gente sempre foi gente de palavra.

 
At 18:03, Blogger Manu said...

Já estou novamente de volta.
Estive a ler os seus posts anteriores e acho-os magníficos.
De facto, como açoriana de descendencia cagarra (para quem não sabe, o apelido cagarro é atribuído aos habitantes da ilha de santa maria)o cagarro e a baleia são de facto animais que me dizem muito. Também tive o previlégio de saber o que é adormecer a ouvir os cagarros na linda baía de São Lourenço.

A baleia é outro animal, conjuntamente com outros cetáceos, pelos quais sinto muito interesse.
Devido a esse interesse fiz alguma pesquisa para um trabalho sobre os cetáceos dos Açores, do qual deixo alguns extractos:
Com a proibição da caça à baleia, em 1986, em virtude de Portugal ter aderido ao Tratado Internacional de Proibição da Caça à Baleia, a actividade baleeira foi suspensa (Farinha & Correia, 2003).
Actualmente, os cetáceos, configuram na lista de espécie protegidas ao nível mundial e reafirmam a sua importância com o surgimento de uma nova actividade económica, a observação de cetáceos. Os Açores reúnem as condições ideais para esta prática, que se expandiu rapidamente (Magalhães et al.,1999; Silva et al., 2003).(...)
O arquipélago dos Açores tem aproveitado as suas condições para a prática da observação de cetáceos (...).Já foram criadas medidas de protecção dos animais e de limitação das observações turísticas, as quais constam do Decreto Legislativo Regional nº. 9/99/A, de 22 de Março e Decreto Legislativo Regional nº. 10/2003/A.
Apesar destas medidas estarem consignadas na legislação a fiscalização parece não ser muito eficaz.
São necessários mais estudos para melhor conhecermos as espécies de cetáceos dos Açores e os impactos da observação turística a longo prazo.

 
At 18:50, Anonymous Anónimo said...

Desambientado:

Eu não Falto!

Sou defensor acérrimo da natureza
Aqui, e em todo o lado
Se o homem continua assim…
Para onde caminha a humanidade?

Eu não Falto!
Por esta ou outra causa nobre
Envergonhado!
Se aos animais, não lhes damos o direito
De viverem descansados
Que esperamos da natureza assim despojado.

As baleias e todas as espécies ameaçado
Faremos uma corrente de vontades
Para que o mundo melhore
Neste ambiente desambientado.

Um abraço.

 
At 18:52, Blogger soslayo said...

Desambientado:

Eu não Falto!

Sou defensor acérrimo da natureza
Aqui, e em todo o lado
Se o homem continua assim…
Para onde caminha a humanidade?

Eu não Falto!
Por esta ou outra causa nobre
Envergonhado!
Se aos animais, não lhes damos o direito
De viverem descansados
Que esperamos da natureza assim despojado.

As baleias e todas as espécies ameaçado
Faremos uma corrente de vontades
Para que o mundo melhore
Neste ambiente desambientado.

Um abraço.

 
At 19:39, Blogger Carmem L Vilanova said...

Tenho muita pena das baleias... e, sinceramente, nao sei nem o que dizer...
Bjos...

 
At 20:21, Anonymous david said...

Desambientado,

As baleias como forma de sustento era e é uma ideia aterradora. Elas deveriam ser protegidas mais eficazmente.
O meu reconhecimento a blogs como este que nos sensibilizam nesse sentido assim como às organizações que lutam diariamente pelo bem estar da nossa fauna.
Fica aqui um desafio: um post sobre os orangotangos, espécie ameaçada e barbaramente perseguida por se cruzar com o homem e com os seus interesses, o seu egoísmo.

 
At 20:45, Blogger Desambientado said...

Manuela.

Muito obrigado pela informação que aqui deixas. Ajuda-nos a esclarecer algumas questões históricas.
É interessante a perspectiva de também se proteger esses animais do impacto da observação humana. Imagino que ser vedeta todo o dia ..não deve ser facil.

 
At 20:46, Blogger musalia said...

olá Desambientado :)consegui(depois de muitas tentativas e repetições) colocar o post anterior no meu blog.
o que sabia da caça à baleia foi-me transmitido pelos meus pais, diziam que na pequena baía (Lajes do Pico) o mar tomava um tom encarniçado.lembro-me de me terem contado que nessa luta, um dia um homem tinha sido levado na correria louca da baleia, a perna prendera-se na corda do arpão...fiquei impressionada nunca mais esqueci essa imagem descrita.
o teu texto é uma achega muito importante, dignifica o acto de caçar como forma de subsistência.
obrigada por mais essa informação sobre o meu local de origem.
um abraço.

 
At 20:49, Blogger Desambientado said...

Soslayo.

Da minha parte muito obrigado pela adesão à campanha.

Gostei muito dos seus versos. Já não consigo introduzir mais nada no post actual que ficou monstruoso, em termos de dimensão.

Um abraço desde as ilhas de cima.

 
At 20:50, Blogger vidal said...

Olá
Tenho imagens muito inspiradoras da Vigia da Baleia.
Vou tentar descobrir o que é uma baleia para um Raminhense, através dos meus pequenos.
Planeamos comemorar amanhã o Dia de Amigos de uma forma muito diferente e ambiental.
Em breve daremos mais notícias no Blog.
Bom Dia de Amigos!

 
At 20:51, Blogger Desambientado said...

Carmem.

A identificação com uma espécie já é uma questão de respeito importante. Basta isso.

Um beijinho.

 
At 20:52, Blogger Desambientado said...

David.

Muito obrigado pela sua participação nesta discussão. Sei pouco de orangotangos, mas vou tentar recolher alguma coisa sobre o assunto.

 
At 20:57, Blogger Desambientado said...

Musália.

Muito obrigado pela participação na campanha.
A caça é uma actividade que ainda existe em todo o lado. Hoje temos a consciência e a ética necessárias para corrigir erros do passado e para aceitarmos sem demagogias e recriminações aquilo que fomos.

Adoro o Pico.

 
At 20:58, Blogger Desambientado said...

Eva.

São novidades que me parecem muito interessantes.
Ficamos, pelo menos eu, ansiosos.

 
At 21:03, Anonymous ilhas said...

Cada post que coloca é um hino à vida ! À nossa vida de ilhéus, à nossa essencia. Este, sobre as baleias, deixou-me boquiaberto! Obrigado por partilhar o muito que sabe !

 
At 21:29, Blogger Desambientado said...

Luis (Ilhas).

Muito obrigado pelas tuas elogiosas palavras.
De baleias sei muito pouco, somente o que ouço dizer por aí.

 
At 21:34, Anonymous ilhas said...

caro Felix. Na verdade foram duas as pedras que encontrei e estão no monte Brasil ali ao pé da nova Zona dos veados. São de facto lindas e são identicas. se quiser posso ceder-lhe algumas fotos das mesmas. Já agora recebeu o meu mail ?

 
At 21:37, Blogger Desambientado said...

Luis.

Tenho alguns problemas com o meu email. De vez em quando enche com publicidade a mais e tenho que apagar tudo. Foi enviado quando? Agora?
Vou espreitar a caixa de correio.

 
At 22:04, Anonymous Fátima said...

Se todos fossem como você acabaríamos com a caça as baleias de uma vez. Com esse belo trabalho que você esta fazendo todos os blogueiros de Portugal entrarão na corrente pela vida.
VOCÊ É UM GRANDE GUERREIRO DEFENSOR DOS OCEANOS! PARABÉNS E MUITO OBRIGADA PELA FORÇA QUE ESTA DANDO A CAMPANHA.
Gente como você "faz a diferença"!
Um abraço

 
At 22:10, Blogger Desambientado said...

Fátima.

Vocâ até me deixa sentir mal.. Não vale a pena exagerar.

 
At 22:11, Blogger azoriana said...

Caro Félix

Fiquei "viciada" nos selos. Tem alguma baleia em miniatura ou sabe onde encontrá-la?

Já deve ter adivinhado o que pretendo... mais um selinho.

Concorda?
:)

Azoriana

 
At 22:12, Blogger Desambientado said...

Azoriana.

Acho fantástica a ideia. Não tenho nenhuma baleia em miniatura mas arranjo de certeza uma. Seria interessante para quem aderiu à campanha.
Tem alguma ideia para uma frase bonita que acompanhe o selo?

 
At 23:12, Blogger TF said...

Felix
Mais uma vez um post com um testemunho de vida e com um olhar, neste caso sobre as baleias, que só vocês açorianos podem ter. Obrigada por partilhares connosco mais um bocadinho da história e do sentir das vossas gentes. A partir de agora fica mais completo o meu olhar sobre as baleias.
Teresa

 
At 00:42, Blogger Fátima Silva said...

Já foi dito quase tudo e pouco tenho a acrescentar. Lembro-me das notícias que correram nos jornais sobre o desalento dos baleeiros por verem o seu sustento ser-lhes negado.
Já estive na Vila baleeira algum tempo e ouvi muitas histórias sobre baleias. Verdadeiros actos de heroísmo...
"... era um frenesim p´ra um homem... íamos cavar a pouca terra que tínhamos e quando o foguete rebentava vindo da vigia da baleia, os nossos pés ganhavam asas...
entrávamos em casa, uns beijos à família e toca para o bote... a baleia era a nossa riqueza. Depois vieram essas leis encher os nossos olhos de lágrimas. O mar era a nossa vida, mas agora só resta recordar..."
Ouvi muitas histórias e todas falavam de saudade, a nostalgia de quem sulcava as ondas com audácia e valentia."
Nada mais tenho a dizer a não ser subescrever os comentários já efectuados.
Um grande post e uma merecida homenagem aos açorianos que são pessoas de palavra.
Parabéns!

 
At 00:44, Blogger Fátima Silva said...

Gostaria de saber como posso colocar o sêlo do priôlo no meu blog?

 
At 00:44, Blogger Caiê said...

Falhou o palpite que deixou no blogue do Gado (o meu blogue individual era o outro, o da Gata Preta). Sou faialense, daí que tenha uma noção mais concreta deste assunto em particular.
Isso da naturalidade insular, porém, não interessa muito. Abraço.

 
At 01:15, Blogger azoriana said...

Informação útil:

Para copiar os selos, basta seleccionar o conteúdo da "box" caixa abaixo do selo que se encontra na parte superior do meu blog.

Caro Félix, talvez fosse bom colocar a "box" que lhe enviei abaixo do seu selo para facilitar a cópia para outros blogs. Será que não seguiu?

De qualquer forma, tenho no meu blog a caixa com a codificação.

Azoriana

 
At 08:48, Blogger Zig said...

Apoio esta campanha! Gosto muito da vida animal, o ser humano não tem direito de fazer o que lhe apetecer com eles, só por se sentir superior. Estranho é, sendo os japoneses um povo muito culto e trabalhador, que eles não abdicam desta caça, por mais razões que eles possam evocar!

 
At 09:26, Blogger Flor said...

vou tentar por hoje o post pois aderi á tuas maravilhosa campanha!!
estou atrasada não é?
Desculpa então!
Mas hoje sem falta
Um xi

 
At 10:56, Blogger Desambientado said...

Teresa.

Obrigado por aderires à campanha e também obrigado pela sugestão e apoio constante às preocupações deste blog.

Um beijinho.

 
At 11:02, Blogger Desambientado said...

Fátima Silva.

Também me lembro disso, mas as pessoas aceitaram isso com algum sacrifício e sem nenhuma contrapartida, quando o desaparecimento das baleias não tinham nada a ver com o tipo de caça artesanal que faziam. Por outro lado, faltava-lhes um pouco da consciência ecológica que agora existe. Aos baleeiros, as informações que lhe foram dadas foram somente estas: a partir de agora está proibida a caça à baleia. O porquê, só mais tarde perceberam.

Quanto ao selo do Priôlo- Passa no blog da Azoriana e copia o código que lá está e cola-o nos settings do teu blog.

 
At 11:53, Blogger Desambientado said...

Azoriana.

Não me respondeu à sugestão de o selo do priolo continuar no seu blog, e quem estiver interessado ir aí buscá-lo!?

Acabei de ver o email e já vi que sim, que poderão fazê-lo do modo que lhe sugeri.

 
At 11:58, Blogger Desambientado said...

Zig

Obrigado pela adesão e seja muito bem vindo ao desambientado.

 
At 12:00, Blogger Desambientado said...

Caiê.

Já acertei no blog.
Perguntei se era da Terceira, porque podia estar interessada no encontro de blog da Terceira, só por isso.

Gostei que aqui viesse.

 
At 12:01, Blogger Desambientado said...

Flor.

Obrigado pela adesão. Não estás nada atrasada.

Um beijinho.

 
At 12:20, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Dr. Félix eu não sou invejosa mas quando vejo também quero!
Quero colocar no meu post o selo do priôlo e não consigo....
Quero uma abelhinha...ou algo parecido para o meu blog....HELP PLEASE!

Ana Isabel

 
At 13:01, Blogger Desambientado said...

Ana Isabel.

Acabei de colocar uma mensagem sobre o Priolo no teu blog. Se não conseguires explico-te melhor.

 
At 14:00, Blogger Flor said...

já deixei o post da iniciativa com a ajuda da Ana Godinho
obrigada e espero que muitas orelhas e olhos fiquem sensibilizados que o coração esse...
O meu bravo ainda!
Até segunda, um beijo

 
At 14:04, Blogger Desambientado said...

Flor.

Já tinha reparado que se identificou mais com a imagem da Ana Isabel. Digo-lhe que eu também, mas não me dei ao trabalho de alterar a mensagem inicial.

Obrigado.

Até para a semana.

 
At 16:31, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Dr. Félix:
Já tenho o Priôlo no meu blog...finalmente consegui! falta a abelhinha!
Li o comentário que colocou no post da flôr: sóbria e discreta!!?
Sóbria!!!???

Ana Isabel

 
At 16:45, Blogger Desambientado said...

Então não é sóbria?
Sóbria no sentido de visão límpida das coisas, de uma visão importante das coisas.... Nunca no sentido de bebida!!!

 
At 17:25, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Fico mais descançada!
LOL,LOL,LOL

Ana Isabel

 
At 17:34, Blogger Desambientado said...

Ana Isabel.

Pensou que era o quê?

 
At 18:32, Blogger Bitta said...

Obrigada pela sugestão do priôlo... já está lá, é a minha mascote de viagem...

Realmente é um pássaro muito especial para mim por ser da minha terra, por ser uma raridade que é preciso preservar!

 
At 18:58, Anonymous cristina-Florianópolis/Brasil said...

Olá!!!

Moro em Florianópolis, uma ilha colonizada por açorianos e que é a capital do estado de Santa Catarina, na região sul do Brasil.
Até algum tempo atrás, tínhamos a tradição da pesca à baleia e tanto, que no sul da ilha, é muito fácil encontrar ainda, ossos de baleia pelas praias, além de construções feitas com o óleo delas. Existem por lá, na praia da Armação, as grandes pilastras onde eram amarradas as baleias para seres desossadas depois de mortas. No entanto, quando o Brasil começou a pensar ecologicamente, matar baleias passou a ser uma vergonha. Mesmo os muitos pescadores que sobreviviam da pesca desses animais, que usam a costa catarinense para terem seus filhotes, passaram então a protegê-las e hoje é muito comum, nos meses que vão de Maio/Junho, até Setembro/Outubro, avistarmos as baleias a brincarem nas águas das praias de tombo, de todo o lado leste da ilha, além de toda a costa catarinense, a darem shows para os que se dedicam a apreciá-las. Estranhamente, elas voltaram a habitar os mesmos locais onde antes, eram abatidas. Já não se mata baleias aqui e ninguém precisa comer carne de baleias. Hoje, o ilhéu e o pescador da costa catarinense, aprendeu a necessidade de respeito à vida e a cultivar outras possibilidades de sustento, como as outras por exemplo.
Visitem o site Projeto Baleia Franca e parabéns!!! Deixei um recado no espaço dedicado sobre a Amazônia!!!
Um abraço,
Cristina

http://www.baleiafranca.org.br/

 
At 19:00, Blogger maat said...

Já lá está.
Merci.
É sempre um prazer vir aqui.

bji,

***maat

 
At 20:11, Blogger Desambientado said...

Bitta.

Ficou muito bonito na tua página.

 
At 20:59, Blogger Desambientado said...

Olá Cristina de Florianópolis.

Certamente os baleeiros açorianos levaram a sua arte para o Brasil.
A vida nestas ilhas era muito dificil e o Brasil apresentava-se, até à década de 70 da nossa era, como uma terra muito promissora. A migração Açoriana era massissa para os Estados Unidos da América, Canadá e Brasil. Para ter uma ideia, existem cerca de 2 milhões de açorianos fora das ilhas, mas apenas 250 mil vivem nelas.

A caça à baleia tradicional era ecológicamente sustentavel, se nos abstivermos do julgamento ético de matar um ser vivo. A moral evolui através da resolução de dilemas. A caça à baleia nos Açores passou por isso, e provavelmente, em Santa Catarina no Brasil Também.
Santa Catarina é um Estado muito bonito e o clima muito parecido com o dos Açores. Há muitos traços comuns entre os dois povos, inclusivamente ambos terem caçado baleias.
Tem alguma ideia se os baeeiros brasileiros-açorianos aproveitavam os dentes e os ossos das baleias para pintá-los?

 
At 21:00, Blogger Desambientado said...

Maat.

É sempre um prazer tê-la por aqui.

Um beijinho.

 
At 21:36, Blogger adesenhar said...

entrei aqui pela 1ª vez e ainda não tive tempo de ver onde me inscrever, por isso deixo aqui o meu...

http://adesenhar.blogspot.com

estou solidário com esta luta.
:)

 
At 21:45, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Dr. Félix:
Estava a brincar...ai,ai... que está a perder o sentido de humor! É do nervoso da viagem? LOL, LOL...

Ana Isabel

 
At 21:51, Blogger Desambientado said...

adesenhar.

Expliquei-lhe como proceder no primeiro post do seu blog, aquele sobre as alterações climáticas globais.

Gostei de o ver por aqui e agradeço-lhe a participação.

 
At 21:53, Blogger Desambientado said...

Ana Isabel.
Não estou nervoso nada, e eu é que estava a "provocá-la".
(Provocar no bom sentido. Isso se alguma vez houve bom sentido para as palavras...)LOL. Também tenho direito a escrever LOL de vez em quando.

 
At 22:13, Blogger adesenhar said...

desambientado :)

acabei de colocar um link directo para este blog, dadas as dimensões deste post relacionado com a baleia e porque
o meu post actual, sobre as alt. climáticas ainda se vai manter por mais um ou dois dias.
achei esta forma de alerta no meu sidebar interessante porque a leitura é feita aqui cumprindo assim os objectivos desta campanha.

cumprimentos

 
At 22:28, Blogger Desambientado said...

A desenhar.

É uma opção e uma participação. Estou de acordo.

Cumprimentos.

 
At 23:17, Anonymous Fátima said...

Você me pergunta se considero uma adesão e eu te respondo que estou com olhos cheios d'água. É o melhor post que ja vi. Pedi licensa pra copiar e publicar lá no MUNDO ANIMAL.
SE ACABAR AQUI JA VALEU POR ESSE POST DAS CRIANÇAS.......ELAS SÃO NOSSO AMANHÃ E SE CRESCEREM ASSIM TEREMOS UM FUTURO.....
Muito obrigada pela ajuda guerreiro..estou cansada e com dor..mas feliz.
Já estou preparando a próxima luta, dessa vez são os chineses, estou pensado em lhe convocar....
Adoro você
Bjs

 
At 23:20, Anonymous Mar said...

Precisamos de vc na linha de frente. Vc está linkado duas vezes no meu blog na mesma postagem.
PRECISAMOS DE VOCÊ MAIS DO QUE VC PODE IMAGINAR. A Fátima comenta comigo que vc é a energia que estava faltando e precisamos que essa energia busque mais e mais energias........ please.... TE AMO.

 
At 00:17, Anonymous cristina - Florianópolis/Brasil said...

"Tem alguma ideia se os baleeiros brasileiros-açorianos aproveitavam os dentes e os ossos das baleias para pintá-los"?


Não sei... Nunca ouvi falar que aqui fizessem isso, mas já estou pesquisando!!! Também já enviei pedido de resposta a essa questão, para amigos pesquisadores e historiadores e tão logo obtenha uma resposta, lhe encaminharei.

Obrigada por sua elegância e atenção em me responder. Também escrevi resposta no espaço reservado para a Amazônia.

Até mais e obrigada novamente!!!
Cristina

 
At 01:55, Anonymous Rosangela Aliberti said...

Parabéns pelo grito de Conscientização, cheguei até aqui através de outro blog http://imaginografias.blogspot.com/
que citou o seu:http://adireccaodovoo.blogspot.com/
O mar é imenso! Tomara que o número de pessoas cresça cada vez mais... Muita Força!!!
Escrevi uma prosa poética de nome:
A DOR DA INDIGNAÇÃO
para chamar atenção e irei acompanhar as notícias. Abraços de São Paulo (BRASIL)
Rosangela.

 
At 03:26, Blogger Águas da Vida said...

Obrigada pela sua visita Desambientado, e adorei seus textos excelentes, as vezes em minhas loucuras penso:
_O homem esta tentando colonizar o planeta marte para destruir a terra sem remorsos, quando a ultima arvore do planeta for derrubada e o ultimo animal for sacrificado...Sera tarde demais para gritarmos pela salvaçao de nosso planeta.
voltarei mais vezes querido.
Big Kiss.

 
At 04:25, Anonymous Amaryllis said...

Lindíssimo seu post! As fotos são divinas, incríveis. Muito emocionante mesmo. Grande sensibilidade a sua. Abraços.

 
At 11:28, Blogger Desambientado said...

Fátima (Mundo Animal)

Há algo que não sabe certamente, mas que torna ainda mais pertinente esse post do Mundo Rural. Aqui nos Açores há tradição de um dia por ano se comemorar o "Dia dos Amigos" e essa actividade foi feita exactamente nesse dia. Os amigos saem juntos para comemorar e divertir-se. Aqui os amigos juntaram-se todos em torno da baleia, logo era a amiga mais importante desse dia.

 
At 11:34, Blogger Desambientado said...

Mar.

Obrigado pelo contágio. Você deve ser uma pessoa cheia, imensamente cheia de garra para lutar por causas nobres.

 
At 11:44, Blogger Desambientado said...

Rosangela.

Obrigado por passar por aqui. Estive no seu blog e ainda não consegui chegar Á Dor da Indignação. O blog está organizado de forma diferente da maioria, tive alguma dificuldade em me orientar. Vou lá voltar com um pouco mais de tempo.

 
At 11:49, Blogger Desambientado said...

Águas da vida.

Gosto dessa sua alteração constante de logotipo.
Tem toda a razão: O homem se não tiver cuidado, vai perceber rapidamente que está só. Certamente nessa altura daria valor à companhia.

 
At 12:07, Blogger Desambientado said...

Cristina (de Florianópolis)

Desculpe identificá-la assim, mas há outras Cristinas presentes neste debate.
Muito obrigado pela resposta pronta. Acredito que a maioria dos baleeiros açorianos que se tenham instalado no Brasil, tenham levado consigo as suas tradições. Perceber quando começou essa tradição ou porque razão o faziam parece-me ser muito interessante do ponto de vista de investigação histórica e cultural.
Já agora, qual é a sua formação? E qual é sua motivação sobre estes aspectos?

 
At 12:20, Blogger Desambientado said...

Amaryllis.

Muito obrigado pelo seu amável comentário.
Tenho pena, mas as fotos não são minhas, são do fotógrafo João Quaresma. Meu é só o texto.

Um beijinho.

 
At 15:09, Blogger azoriana said...

Caro Félix

O seu comentário no meu blog fez-me colocar aqui outro comentário e com um sorriso: Não se preocupe se não conseguir responder aos e-mails em tempo record. Tenho certeza que irá responder.

Basta-me que diga que os meus e-mails fizeram sorrir ou quem sabe rir. Nada como uma boa gargalhada para afugentar as desgraças.

E a propósito de desgraças, que tal lançar um "desafio" a todos os seus leitores: Qual a frase que deve ser colocada num logótipo da baleia?

"Estamos contigo, Amiga Baleia!" - esta a minha.

Bom fim de semana

 
At 16:17, Blogger Desambientado said...

Azoriana.

Sempre bem disposta. Claro que me faz sorrir.

Vou colar o que sugere no post. E também dou a minha opinião.

"Baleia à Vista é Amiga reencontrada".

 
At 16:33, Blogger M.Azul said...

Muitos comentários interessantes...
Apenas isso. O meu silêncio é o meu silêncio, meu, ponto.

 
At 16:41, Blogger Desambientado said...

M.Azul.

Respeito o seu silêncio. É seu, claro, de todo o direito.

Bem vindo(a).

 
At 16:44, Anonymous Cristina - Florianópolis - Brasil said...

Caro Dr. Félix!!!

Já enviei para sua caixa postal, a resposta à pergunta que o senhor me fez, a respeito da existência de desenhos em dentes e ossos de baleias, nas regiões das armações da costa catarinense...

 
At 16:49, Blogger Desambientado said...

Cristina de Florianópolis.

Esqueça o tratamento cerimonioso.

Vou ler o que me enviou. Desde já obrigado.

Félix

 
At 17:35, Blogger Ana Isabel Godinho said...

Sugestão:
Baleias...um mundo de vida!
Baleias...toneladas de vida!
Opte pelo que gostar mais, se gostar de alguma destas.

Ana Isabel

 
At 18:07, Blogger Desambientado said...

Ana Isabel.

Gosto da última:

Baleias...toneladas de vida!

 
At 18:48, Blogger Bemsei said...

Gostei deste blog!

 
At 20:39, Blogger Desambientado said...

Bemsei.

Bem vindo a este espaço de discussão.
Obrigado pelo comentário simpático.

 
At 14:35, Blogger Maresia said...

Posso ainda não ir a tempo, mas gosto mais da frase
"Baleias...toneladas de vida!" - da Ana Isabel... é gira!

 
At 15:53, Blogger Desambientado said...

Maresia.

Também eu.

 
At 16:00, Anonymous Anónimo said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP Undelete file01010101010101010101010101010101 Garden of life supplement Online mature high school diploma New hair loss drug Lexapro withdrawal protocol Gay boys fucking gay boyz divorce disadvantages on the family Chondroitin supplements prozac nation book Free step by step homemade sex toys Xenical 5c 22 stockshow animal feed supplements pitiriasi rosacea Pa divorce property division

 
At 00:09, Anonymous Anónimo said...

stated the majority of people settle the loans punctually together with without outcomes
A leading financial debt good cause can expect the sheer numbers of men and women looking toward these people regarding benefit over payday loans credit card bills in order to two-fold this specific. financial debt charity tells all around manipulate the actual temporary, great desire borrowing products this current year. The particular charity states that 36 months before the number of buyers with them is minor.
chwilówki dla bezrobotnych
pozyczki-prwatne.org.pl
szybka pożyczka
kredyty chwilówki rzeszów
pożyczki dla zadłużonych przez internet

http://kredyty-bez-bik.org.pl
http://szybkapozyczkaonline.com.pl
http://pozyczki-prwatne.com.pl

 
At 13:10, Anonymous Anónimo said...

http://iphonewild.net/ http://www.iphonewild.net/

adult acne
home remedies for acne
baby acne
acne treatment
adult acne
acne.org
best acne treatment
http://bestacnetreatmentt.webs.com/
how to get rid of acne
cystic acne
acne.org
adult acne
acne treatment
cystic acne
acne.org
cystic acne
acne treatment
http://acnescar-treatment.webs.com/
cystic acne
how to get rid of acne scars
acne treatment
http://creditcardconsolidationloans.webs.com
Hotels In Tbilisi
christian dating sites
http://www.papaswingeria.org
New York Shark
scary maze

 
At 19:35, Blogger Sara said...

É sempre importante saber essas coisas, mas a verdade é que sempre que você tem que saber um pouco sobre as culturas e alimentos como sempre coisas que se pode comer em restaurantes em sao paulo

 
At 21:53, Blogger Nuno Gonçalves said...

Resta dizer que os dois trabalhos apresentados em dente de baleia são da autoria de Manuel Alves Gonçalves, artesão das Lajes do Pico, e ambos constam da exposição permanente da fundação Mário Soares, tendo sido oferecidos ao então presidente da república aquando de visitas aos Açores
https://www.facebook.com/artesanatocapitaoalves

 

Enviar um comentário

<< Home